Escritores ingleses respondem ao Guardian: por que escrever?

(0 Estrelas - 0 Votos)

Por que os escritores escrevem? O que os leva à literatura? O jornal inglês The Guardian perguntou a dez autores consagrados o motivo que os leva à criação. Conn Iggulden, autor da série O Imperador, (Editora Record), disse que começou a escrever romances fantásticos e passou a adorar os altos vôos de sua imaginação. “Foram como uma droga para mim. É um sentimento maravilhoso quando as palavras surgem”, contou à reportagem do jornal. Já Will Self, autor de Como vivem os mortos(Editora Objetiva) confessou que adora poder criar pequenos mundos em que tudo está sob seu controle. E disse, ainda, que precisa de pequenos rituais para sobreviver aos tempos de escrita solitária: cachimbo, cigarros, café e canetinhas. Confira mais depimentos de escritores na reportagem do Guardian!]]>

Leonardo Loio

SEM, SEO e tudo relacionado a buscadores, é o que eu gosto. Carioca, marketeiro, profissional de marketing digital, search marketing, tento aprender, discutir e ensinar.

5 thoughts on “Escritores ingleses respondem ao Guardian: por que escrever?

  • 28.10.2007 em 10:45 pm
    Permalink

    Quem nunca sentiu vontade de conseguir penetrar no íntimo das pessoas? Faze-las chorar, rir, sofrer, amar, odiar, criar
    sentimentos em torno de um universo imaginado por ela. O ato de escrever é algo invejável. Todos temos estórias que merecem serem contadas, mas colocá-las no papel é que se torna difícil. A intimidade com as palavras não é um dom dados a todos. Confesso que ao ler um texto que me emociona, fico com inveja por não deter a maestria de envolver com as palavras.
    Cursos de redação não ajudam, é algo que nasce: não é uma questão de estudo. Que o diga a poesia de Patativa do Assaré.
    Alguns descrevem como um vício a necessidade de colocar para fora tudo o sente. Vou treinando, quem sabe um dia, talvés….

  • 27.09.2007 em 11:42 am
    Permalink

    Achei a idéia do blog excelente!! Parabéns. Descobri o site estante virtual a pouco tempo e tive uma ótima surpresa na compra…como boa mineira fiquei meio desconfiada no início, mas tudo foi tranquilo…a qualidade do livro, o atendimento, o prazo..tenho indicado o site para vários amigos.

  • 26.09.2007 em 6:54 pm
    Permalink

    Obrigado, Pablo! Suas palavras animaram a equipe toda aqui. 🙂 Espero que você continue encontrando os livros que procura e lendo o que deseja. Esse é o objetivo.
    Adriano, esse post não é o lugar pra enviar a sugestão da qualificação (melhor seria em outro post que falasse disso ou direto pro suporte), mas o que podemos adiantar é que estamos trabalhando na análise disso, e talvez venha acontecer no futuro próximo.

  • 26.09.2007 em 6:33 pm
    Permalink

    Há cerca de um ano conheci a Estante Virtual e virei, imediatamente, fã absoluto. De lá para cá, adquiri raridades inimagináveis e fiz algumas dezenas de compras que me trouxeram, todas, muito contentamento.
    A Estante Virtual presta um enorme serviço para as Letras, a cultura e para a população brasileira, estimulando a rotatividade do conhecimento e abrindo a todos a possibilidade de aquisição de livros bons e baratos.
    Vocês já estavam de parabéns. Parecia-me impossível uma melhora para além do natural aumento da quantidade de sebos associados. Qual não foi minha surpresa ao ter contato com este blogue, com notícias e assuntos interessantíssimos e tópicos de muito bom gosto.
    O trabalho de vocês é irretocável. Parabéns!
    Abraço,
    Pablo.
    http://cadeorevisor.wordpress.com

  • 26.09.2007 em 5:39 pm
    Permalink

    Este site é um excelente meio de venda,pena que não tem como qualificar os compradores…é incrível o número de pessoas que fazem o pedido e não efetuam a venda,as vezes por causa de R$1,00 de diferença no valor do frete,já que o preço no site é simulado!Comprar é bom ,mas pagar ou dar uma satisfação é melhor ainda!!!Adriano,livreiro virtual.

Fechado para comentários.

Maze Runner: Conheça os livros da saga Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses