9 autores participantes da Bienal do Livro do Rio

(5 Estrelas - 2 Votos)

Tradicional evento de livros será realizado entre os dias 30 de agosto e 8 de setembro. Veja a lista!

Prepare-se para a Bienal do Livro do Rio de Janeiro! Um dos principais eventos literários do país, o festival será realizado entre os dias 30 de agosto e 8 de setembro, no Riocentro. Enquanto a data não chega, que tal conhecer alguns dos autores já confirmados para a programação oficial?

Entre os principais convidados está o escritor Josh Malerman, de Caixa de pássaros. Seu romance de estreia foi indicado a prêmios, tornou-se best-seller no Brasil e foi adaptado para o cinema. Além de autor, é ainda músico, cantor e compositor da banda The High Strung.

Vale destacar ainda a presença da autora Rachael Lippincott, do livro young adult A cinco passos de você. Formada em escrita pela Universidade de Pittsburgh, ela divide o tempo entre escrever e cuidar de um food truck com a namorada. O autor Mark Manson, dos best-sellers A sutil arte de ligar o f*da-se e F*deu geral, também participará do evento.

Veja a lista completa e conheça os nove autores já confirmados para a Bienal do Rio de 2019. Boa leitura!


Caixa de pássaros, de Josh Malerman

Caixa de pássaros é o romance de estreia de Josh Malerman. Quatro anos depois de as mortes terem começado, há poucos sobreviventes em Michigan. Malorie e seus dois filhos pequenos estão entre eles. O trio faz parte do grupo que tenta resistir em um mundo no qual abrir os olhos pode ser fatal. Vivendo em uma casa abandonada, Malorie e os filhos não sabem o que se passa do lado de fora. Até o momento em que uma misteriosa neblina atinge a região e Malorie toma uma decisão que adiou por muito tempo.


O homem de giz, de C. J. Tudor

Em 1986, Eddie e os amigos passam a maior parte dos dias andando de bicicleta pela pacata vizinhança em busca de aventuras. Os desenhos a giz são seu código secreto: homenzinhos rabiscados no asfalto; mensagens que só eles entendem. Mas uma imagem misteriosa leva o grupo de crianças até um corpo desmembrado e espalhado em um bosque. Depois disso, nada mais é como antes.


F*deu geral: Um livro sobre esperança?, de Mark Manson

Em F*deu geral: Um livro sobre esperança?, Mark Manson discute a nossa desesperança, mesmo com maior acesso à tecnologia e comunicação. O escritor evidencia as calamidades do mundo, por meio de análises políticas e religiosas. Manson explora ainda a relação do ser humano com o dinheiro, o entretenimento e a internet, além de colocar em cheque nossas definições sobre felicidade, liberdade e esperança.


Como as democracias morrem, de Steven Levitsky

Democracias tradicionais entram em colapso? Essa é a questão que Steven Levitsky e Daniel Ziblatt respondem ao discutir o modo como a eleição de Donald Trump se tornou possível. Para isso comparam o caso de Trump com exemplos históricos de rompimento da democracia nos últimos cem anos: da ascensão de Hitler e Mussolini nos anos 1930 à atual onda populista de extrema-direita na Europa, passando pelas ditaduras militares da América Latina dos anos 1970.


As coisas que você só vê quando desacelera, de Haemin Sunim

Escrito pelo mestre zen-budista sul-coreano Haemin Sunim, As coisas que você só vê quando desacelera é um desses raros e tão necessários livros para quem deseja tranquilizar os pensamentos e cultivar a calma e a autocompaixão. Ilustrado com extrema delicadeza, ele nos ajuda a entender nossos relacionamentos, nosso trabalho, nossas aspirações e nossa espiritualidade sob um novo prisma.


A arte de ler mentes, de Henrik Fexeus

Leitura da mente não é um mito, e nem é mais misterioso do que entender o que alguém está dizendo ao falar conosco. Este livro tem tudo o que você precisa saber para se tornar um especialista em leitura da mente. Usando habilidades como comunicação não verbal, linguagem corporal e influência psicológica, podemos descobrir o que a outra pessoa pensa e sente e, assim, controlar seus pensamentos e crenças da maneira que quisermos.


A cinco passos de você, de Rachael Lippincott

Stella Grant gosta de controle. Ela parece uma adolescente típica, mas em sua rotina há listas de tarefas e inúmeros remédios que deve tomar para controlar a fibrose cística. Para conseguir um transplante, ela precisa seguir seu tratamento e eliminar qualquer chance de infecção, o que significa ficar a pelo menos seis passos de outros pacientes com a doença. Will Newman não dá a mínima para o novo tratamento experimental para o qual foi selecionado. Prestes a completar 18 anos, ele mal pode esperar para finalmente se livrar das máquinas e hospitais.


Para sempre Alice, de Lisa Genova

Alice sempre foi uma mulher de certezas. Casada e mãe de três filhos já adultos, ela é professora titular em Harvard, uma especialista de renome mundial. Perto de completar 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Um diagnóstico inesperado altera para sempre sua vida e sua maneira de se relacionar com a própria família e o mundo.


Tudo aquilo que nunca foi dito, de Marc Levy

Neste livro, Marc Levy aborda a relação conflituosa entre um pai e uma filha. Poucos dias antes do seu casamento, Julia recebe um telefonema do secretário de seu pai. Como ela já tinha previsto, Anthony Walsh não poderá comparecer à cerimônia. A ausência de seu pai em momentos importantes de sua vida da filha não é novidade para Julia. Mas pela primeira vez, a personagem tem que reconhecer que ele tem uma boa desculpa: Anthony Walsh morreu. A ironia amarga da situação, com Julia forçada a adiar o casamento para enterrar o pai, faz aquela parecer mais uma das peças pregadas pelo destino na difícil relação entre os dois.


Qual seu autor favorito da lista?


Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *