À procura da próxima leitura? Mergulhe na nossa Semana Geek

(5 Estrelas - 1 Votos)

Separamos alguns livros para você entrar no universo de Stranger Things e no clima do Dia da Toalha

Seja bem-vindo ao nosso mundo invertido! Na Semana Geek, estamos em clima de Stranger Things, já que a série está em alta em 2019. Além da estreia da terceira temporada, prevista para 4 de julho, houve ainda o lançamento do livro Stranger Things – Raízes do mal, de Gwenda Bond, neste mês. A obra amplia o universo da série e explora a origem da personagem Eleven.

Dia da Toalha

Esta semana também é especial para os geeks por causa do Dia da Toalha, comemorado em 25 de maio. Este dia homenageia os fãs da série O guia do mochileiro das galáxias, do escritor britânico Douglas Adams. A saga conta a história do personagem Arthur Dent, que teve a casa demolida pela prefeitura na cidade onde mora.

O Dia da Toalha é uma referência a um detalhe importante no enredo: ao uso da toalha, que seria útil em situações difíceis para os personagens. Os fãs de Adams costumam comemorar o 25 de maio carregando o objeto. É uma lembrança de que, por pior que as coisas pareçam, não há motivo para pânico.

Conheça alguns livros que vão ajudar você a mergulhar no mundo geek. Veja a lista completa e escolha sua próxima leitura!


It A Coisa, de Stephen King

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidade do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e… do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase 30 anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade.


Duna, de Frank Herbert

A vida do jovem Paul Atreides está prestes a mudar radicalmente. Após a visita de uma mulher misteriosa, ele é obrigado a deixar seu planeta natal para sobreviver ao ambiente árido e severo de Arrakis, o Planeta Deserto. Envolvido numa intrincada teia política e religiosa, Paul divide-se entre as obrigações de herdeiro e seu treinamento nas doutrinas secretas de uma antiga irmandade, que vê nele a esperança de realização de um plano urdido há séculos.


Eu, robô, de Isaac Asimov

Um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, Eu, robô, escrito pelo Bom Doutor, Isaac Asimov foi publicado originalmente em 1950. O livro serviu como base para o roteiro do filme homônimo, no qual Will Smith interpreta o protagonista, o detetive Del Spooner. Porém, a obra é bastante diferente da história apresentada nas telonas. Eu, robô é um conjunto de nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo.


Admirável mundo novo, de Aldous Huxley

Os livros distópicos também estão entre os favoritos dos geeks. Em Admirável mundo novo, o escritor inglês Aldous Huxley monta um universo em que os princípios científicos prevalecem e organizam uma sociedade. A história mostra que a literatura, a música e o cinema “só têm a função de solidificar o espírito de conformismo”. O ponto central da obra é uma crítica ao capitalismo, à indústria e aos avanços tecnológicos desenfreados. Escrito em 1931, o livro é atemporal e pode ser visto como um espelho do mundo em que vivemos atualmente.


Laranja mecânica, de Anthony Burgess

Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma reposta igualmente agressiva de um governo totalitário. A estranha linguagem utilizada por Alex – soberbamente engendrada pelo autor – empresta uma dimensão quase lírica ao texto. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick, é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo.


Qual livro você incluiria na lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *