9 curiosidades sobre ‘Os Miseráveis’ que você precisa saber

(2.4 Estrelas - 30 Votos)

“Tenho a convicção de que este livro será um dos pontos mais altos de minha obra, se não o mais alto de todos” – Victor Hugo

Tesouro assinado pelo autor francês Victor Hugo, ‘Os Miseráveis’ é a maior obra literária do século XIX e, hoje, completa 156 anos. Desde o primeiro lançamento, ela é considerada o romance mais expressivo do escritor – com 1511 páginas, a propósito. Por isso, reunimos 9 curiosidades para quem quer ficar por dentro dos bastidores deste clássico que até hoje faz muito sucesso e nos emociona. Segundo @naomistange, uma de nossas seguidoras do Instagram, o enredo tão envolvente “é sobre a essência humana e, enquanto houver pessoas, ele vai fazer sentido. Não porque define a essência humana, mas porque trata sobre o desenvolvimento dela. E enquanto os significados são passageiros, a busca por eles é eterna”.


1- A frase mais longa de um livro vem da obra ‘Os Miseráveis’ com 823 palavras.


2- Victor Hugo começou o livro em 1846, mas precisou interromper em 1848. Em 1851, o escritor retomou a escrita do romance e trabalhou em novos capítulos, diálogos e divagações até um ano antes da sua publicação, em 1862.


Os miseráveis, de Victor Hugo


3- Em 24 horas, foram vendidos mais de 7 mil exemplares só na França.


4- No dia 3 de abril de 1862, a obra foi publicada em 8 cidades simultaneamente: Leipzig, Bruxelas, Budapeste, Milão, Roterdã, Varsóvia, Rio de Janeiro e Paris. O lançamento era aguardado ansiosamente em toda sociedade europeia da época.


5- Jean Valjean é o personagem que consolida os principais ideais do autor, pautando as temáticas de pobreza, desigualdade social e injustiça em um mundo cheio de perversidades e grosserias. A obra narra a emocionante história do homem que, por ter roubado um pão, é condenado a dezenove anos de prisão.


6- O contexto da obra é ambientado com a França do século XIX como pano de fundo, que vivia grandes batalhas – entre elas, a Batalha de Waterloo e os motins de junho de 1832.


7- O livro é dividido em cinco volumes, sendo nomeados da seguinte forma:
Volume 1 – Fantine
Volume 2 – Cosette
Volume 3 – Marius
Volume 4 – Idílio da Rua Plumet e epopeia da Rua Saint-Denis
e Volume 5 – Jean Valjean
Cada um deles é voltado para os acontecimentos e aventuras da vida dos personagens do romance.


A questão sobre igualdade é que todos são iguais quando morrem!”


8- O clássico de Victor Hugo foi adaptado para o cinema mais de 50 vezes e, em 2013, conquistou três estatuetas do Oscar.


9- A adaptação teatral também é um fenômeno muito potente. Tanto que, desde 1985, ela é apresentada de forma ininterrupta no teatro Barbican Centre, em Londres.


Chega sempre a hora em que não basta apenas protestar: após a filosofia, a ação é indispensável”


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Quais outros livros de Victor Hugo você já leu?

Andréia Coutinho Louback

Andréia Coutinho Louback

Jornalista em Estante Virtual
Apaixonada por histórias e viciada em comprar livros. Sou uma mulher negra que atua rumo à superação do racismo na sociedade, em especial, na área da comunicação.
Andréia Coutinho Louback
Comentários

Andréia Coutinho Louback

Apaixonada por histórias e viciada em comprar livros. Sou uma mulher negra que atua rumo à superação do racismo na sociedade, em especial, na área da comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares