10 livros mais emocionantes da literatura, segundo nossos leitores

(2.9 Estrelas - 21 Votos)

Preparem os lencinhos: uma seleção de histórias que vão arrancar lágrimas!

Perguntamos em nossas redes sociais qual o livro que, na opinião dos leitores, tem o final mais triste. Recebemos centenas de comentários, repletos de histórias das razões que o público se emocionou com as obras.  Desde dramas épicos familiares até aventuras no meio do oceano, selecionamos os 10 livros mais comoventes segundo os nossos leitores.

Confira a lista!


Vidas secas, de Graciliano Ramos

Lançada originalmente em 1938, este romance de Graciliano alcança o máximo da expressão que vinha buscando em sua prosa. A trajetória dos personagens em meio à a seca, áspera e cruel, também tem uma ligação afetiva, nos quais eles procuram um futuro. (Giovana Spinhardi via Facebook)

Vidas secas, graciliano ramos


Grande sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa

Eleito um dos cem livros mais importantes de todos os tempos pelo Círculo do Livro da Noruega. Grande sertão: Veredas é definitivamente um clássico da literatura nacional e da valorização do homem.  (Fernanda Soares de Sá via Facebook)

Grande sertão: veredas


Olhai os lírios do campo, de Erico Verissimo

A história de Eugênio Pontes, um moço de origem humilde, que com dificuldade se forma médico e, graças a um casamento por interesse, acaba entrando para a elite da sociedade. Porém, Eugênio é obrigado a virar as costas para a família, deixar de lado antigos ideais humanitários e abandonar a mulher que ele realmente ama. Comovente, Olhai os lírios do campo é um convite à reflexão sobre os verdadeiros valores da vida. (Ana Raquel via Facebook)

Olhai os lírios do campo


Éramos seis , de Maria José Dupré

Nesta história sobre a efemeridade da vida, Éramos seis fala sobre a força e a união de uma família para vencer os problemas e a pobreza, numa mensagem de coragem que continua inspirando gerações. (Heller Juliani Lopes via Facebook)

éramos seis


Os trabalhadores do mar, de Victor Hugo

Traduzido por ninguém menos que Machado de Assis, o livro conta a história de Gilliat, um jovem trabalhador rejeitado pela comunidade onde vive que se apaixona por Déruchette, a bela sobrinha do armador Lethierry. Para conquistar a jovem, Gilliat enfrenta uma batalha com a natureza para recuperar o motor do navio naufragado de Lethierry. A ilha de Guernesey, onde a trama se passa e onde Victor Hugo viveu um exílio por vontade própria, serve de palco para um drama repleto de questões profundas e atemporais. (Ray Ângelo via Facebook)

os trabalhadores do mar, de victor hugo


A cidade do sol, de Khaled Hosseini

Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era este: servir por toda a vida ao o que lhe dizem que é o certo. Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz: “Você pode ser tudo o que quiser.” Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos e o que parecia impossível acontece: Mariam e Laila se encontram e a partir desse momento tudo pode mudar.  (Danielle Alves via Facebook)

A cidade do sol


O diário de Anne Frank, de Anne Frank

Ao longo de 2 anos, entre 12 de junho de 1942 e agosto de 1944, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a sua família sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de muitos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. (Débora Carol Luz via Facebook)

diário de anne frank


O morro dos ventos uivantes, de Emily Bronte

Hoje considerado um dos grandes clássicos da literatura universal, caracteriza-se como uma grande história de amor e de vingança, visto como a mais intensa história de amor já escrita na língua inglesa, apesar de ter recebido fortes críticas no lançamento original da publicação, no século 19. (Fernando Bitencourt Soares via Facebook)

o morro do ventos uivantes


Os sofrimentos do jovem Werther, de Goethe

Esta obra, além de ter dado início a prosa moderna na Alemanha, causou um impacto irreversível na sociedade. Os sofrimentos do jovem Werther não é um romance leve. Esta que é uma das mais célebres obras de Goethe é o romance de uma alma, do mundo interior de cada um. Dilacerante, é a história de uma paixão literalmente devastadora. Com enorme repercussão quando do seu lançamento, Werther foi um testemunho de como a literatura tinha poder de agir na sociedade. E não foram poucos os suicídios atribuídos ao romance. (Rodrigo Martins via Facebook)

goethe


Cem anos de solidão, de Gabriel Garcia Marquez

O autor narra a incrível história da família Buendía, uma estirpe de solitários que habitam a mítica aldeia de Macondo. A narrativa desenvolve-se em torno de todos os membros dessa família, com a particularidade de que todas as gerações foram acompanhadas por Úrsula, uma personagem centenária e uma matriarca das mais conhecidas da história da literatura latino-americana. (Bragança Louro via Facebook)

cem anos de solidão


Qual livro mais emocionante que você já leu? Conta pra gente!


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Thayane Maria

Thayane Maria

Redatora em Estante Virtual
Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.
Thayane Maria
Comentários

Thayane Maria

Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares