5 livros que futuros escritores devem ler

(2.4 Estrelas - 379 Votos)

Como diria Belchior, enquanto houver espaço, corpo, tempo e algum modo de dizer não – escrevemos! 

Para Ernest Hemingway, o maior conselho para um novo escritor que ele poderia dar é para não escrever muito de uma só vez. A razão, segundo Hemingway, é que pode acontecer uma escassez de ideias interessantes: “Nunca bombeies até secar. Deixe um pouco para o dia seguinte. Quando tudo vai bem, encontrou um lugar interessante e já sabe o que irá acontecer, esse é o momento de parar. Na manhã seguinte, depois de um bom sono, volte a escrever de onde parou no dia anterior”, aconselhou o lendário autor americano. Viver da escrita é um desejo de muitos – apesar de que são poucos aqueles que seguem adiante com este objetivo. Os motivos da desistência são vários: dificuldade de alcançar sucesso em um mercado competitivo, problemas com a editora, questões financeiras e principalmente a insegurança.

A fórmula mágica para escrever um livro

Não prometemos ajudar em todos estes quesitos, mas sabemos de uma fórmula incrivelmente mágica que, acreditem, é muito eficaz: a leitura! E não é exagero – ler muito é de extrema importância na formação de futuros escritores. Neste sentido, fizemos uma pequena lista com as obras que acreditamos serem essenciais para ajudar desde escritores amadores até aqueles leitores vorazes que gostariam de saber mais sobre o ofício da escrita. Confira:


Sobre a escrita – a arte em memórias, de Stephen King

O maior escritor adaptado para o cinema e a televisão escreveu um livro com suas memórias e dicas pessoais de escrita. Alguém que deseja, no mínimo, entender mais sobre a arte de escrever bem deve ler este livro. Imagina os futuros escritores?! Esta obra é uma leitura obrigatória e urgente!

Sobre a escrita


Vida de escritor, de Gay Talese

Esta não é uma autobiografia convencional. É um livro sobre o ofício da escrita, e sobre o que este caminho reserva para os futuros escritores. Talese conta as amarguras e delícias que experimentou em sua carreira de jornalista e escritor.  Os dramas começam no jornalzinho da faculdade que cursou no Alabama e continuam nos 10 anos que trabalhou como repórter do New York Times – mas que se tornam mais complexos nas revistas com as quais passou a colaborar. Vida de escritor ensina várias lições que só a experiência pode propiciar. Uma obra irreverente, cômica, trágica e de fácil leitura – obrigatória para todos os aspirantes do ofício.

Vida de escritor


Cartas a um jovem escritor, de Mario Vargas Llosa

Para escrever um bom texto e saltar do status de amador para o profissional não existe nenhuma fórmula mágica, a não ser uma bastante simples – mas que muitos complicam: ler. E não seria exagero dizer: ler muito! A leitura, por si só, é um estímulo valioso e, quando aliada à prática, pode gerar resultados surpreendentes. Assim é o caminho por onde Mario Vargas Llosa guiará o leitor e aprendiz de escritor. Passando por análises rigorosas de textos clássicos da literatura. Mais do que uma leitura enriquecedora, Cartas a um jovem escritor é uma inesgotável fonte de consulta para todos os apaixonados pelas palavras – e o impacto que elas geram na sociedade.

Cartas a um jovem escritor


A arte de escrever, de Arthur Schopenhauer

Neste livro, o leitor vai encontrar cinco ensaios literários do filósofo Arthur Schopenhauer.  Em Sobre a escrita, o filósofo denuncia um dos mais recorrentes subterfúgios de escritores e pensadores, que é alterar o texto para fazê-lo aparentar ter uma linguagem rebuscada e mais conteúdo. Além disto, sobre a leitura e os livros, Schopenhauer reflete sobre os benefícios e os limites da leitura, e também aborda magistralmente a linguagem e as palavras, tecendo considerações acerca de como os homens utilizam e valorizam a própria língua.

A arte de escrever


Para ler como um escritor, Francine Prose

É possível ensinar a um escritor o seu ofício? A questão é polêmica, especialmente quando existam tantos cursos de graduação e de extensão com essa proposta. A escritora e crítica literária, Francine Prose defende que sim – mas que só aprendemos observando os mestres. Entre eles estão nomes como Virginia Woolf, Jane Austen, Nabokov, Philip Roth e Flaubert, nos quais a autora dedica uma leitura atenta e cuidadosa de suas obras, em busca do segredo do que é “escrever bem”. E, desta forma, extrai valiosas lições de cada um deles.  Quase uma enciclopédia dos escritores, é uma obra verdadeiramente indispensável para iniciantes e leitores vorazes.

Para ler como um escritor


Algum livro já inspirou você a se tornar um escritor(a)? Qual? Conta pra gente!


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Thayane Maria

Thayane Maria

Redatora em Estante Virtual
Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém os seus blogs pessoais no Medium e no Wordpress: @Msmidnightlover e Missmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.
Thayane Maria
Comentários

Thayane Maria

Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém os seus blogs pessoais no Medium e no Wordpress: @Msmidnightlover e Missmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.

13 comentários em “5 livros que futuros escritores devem ler

  • 06.02.2018 a 4:06 pm
    Permalink

    Faltou Flaubert nessa lista ( manual de estilo) e Rosa Montero ( a louca da casa)

  • 27.01.2018 a 7:52 am
    Permalink

    Desde pequena sempre fui uma adicionada pela leitura. Amo ler, amo os livros e os tenho como tesouros de minha vida. Não tenho um em especial. Muitos já me influenciaram a escrever, porém, as ideias continuam na minha cabeça, esperando ,um dia, passarem para o papel.

  • 27.01.2018 a 12:24 am
    Permalink

    Gostaria de escrever como Maria Duenas escreveu em “O tempo entre costuras”!

  • 18.01.2018 a 9:28 am
    Permalink

    Indico : JABOC – Ganhador do Prêmio Nacional de Literatura da Academia de Letras da Bahia em 2005, Jaboc é romance de Otto Leopoldo Winck e conta a história de um professor universitário que, aos 35 anos e em crise, decide que tem de escrever o livro de sua vida, a qualquer preço. O personagem principal – cujo nome nunca é revelado – é alguém que escreve um romance e nele aposta como um projeto vital. Um romance sobre outro romance, uma narrativa dentro de outra, e ambas se mesclam, se confundem. Ao mesmo tempo em que elabora seu romance, o protagonista questiona a validade de seu intento. Intoxicado pela literatura, ele se pergunta por que escrever e para quê, especialmente em uma sociedade que se alimenta de imagens e em um país periférico de poucos leitores.

  • 17.01.2018 a 4:22 pm
    Permalink

    Não tenho nenhum livro a indicar, e acho que não conseguirei escrever um livro, mas gosto de escrever textos/artigos sobre questões sociais e políticas do Btafil.

  • 06.01.2018 a 2:49 pm
    Permalink

    Juan Jose Millas. É imperdible: Madame Bovari (Gustave Flaubert)

  • 03.01.2018 a 3:27 pm
    Permalink

    Indico o livro Comunicação em Prosa Moderna, de Othon M. Garcia. A razão para indica-lo vem da qualidade do seu conteúdo. O seu estudo sistemático possibilita o novo escritor aprender parte da gramática que interessa ao escritor, além do toda a parte que permite desenvolver a técnica de escrever.
    É excelente.

  • 01.12.2017 a 10:00 pm
    Permalink

    muito boas sugestões.

  • 29.11.2017 a 8:18 am
    Permalink

    Obrigado pelas dicas. O Brasil tem poucos escritores, precisamos mais, muito mais.

  • 08.11.2017 a 6:04 am
    Permalink

    Bom dia, foi muito útil ler esta postagens e seus comentários. Estou. com projeto de escrever um livro. Gostaria de usar a ficção com a autobiografia e a história das épocas. São 66 anos de vivências e muitas coisas pra escrever. Mas preciso ler estas obras antes. Obrigada.

  • 04.11.2017 a 9:30 am
    Permalink

    Adorei! É muito difícil encontrar algo realmente útil nas redes sociais. Sou ávida leitora.

  • 29.10.2017 a 2:49 pm
    Permalink

    Os Segredos da ficção- Autor: Raimundo Carrero. Editora Agir. Carrero escreveu verdadeiro guia tanto de leitura quanto de escrita. Livro de cabeceira, Os segredos da ficção, além da obra de Carrero, não podem faltar na Estante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares