7 livros de Anne Rice, a rainha dos condenados

Anne Rice vendeu mais de 75 milhões de livros por todo o mundo, narrando a trajetória de seus vampiros super humanizados, sedutores e melancólicos.

Anne Rice ganhou o mundo contando histórias de seres sobrenaturais, mas estranhamente humanos – as vezes mais humanos do que a própria humanidade. São histórias de vampiros, bruxas, anjos e demônios, que parecem viver uma vida tão comum quanto a nossa, apenas com poderes místicos e em um universo que, apesar de paralelo, coabita com a terra.

Howard Allen O’Brien, nasceu em Nova Orleans – o local onde a maioria de suas histórias sobrenaturais são ambientadas – no dia 4 de outubro de 1941. Nos primeiros anos de escola, ela mesma se batizou com o nome Anne e é chamada assim desde então. Em 1956, sua mãe faleceu e seu pai, casado novamente, mudou-se para o estado do Texas, onde a autora conheceu seu falecido marido, o poeta e pintor Stan Rice. Alguns acontecimentos tornaram a escritora familiarizada com a morte, como a perda prematura de sua mãe, de seu parido e, principalmente, a morte de sua única filha por leucemia. No entanto, Anne encontrou um refúgio em seus contos de demônios e fantasmas, e escreveu seu maior sucesso Entrevista com o vampiro em apenas uma semana após a morte de sua filha, em 1976.

Tom Cruise como o vampiro Lestat e Brad Pitt como o vampiro Louis, na adaptação cinematográfica de Entrevista com o vampiro

O sucesso: da literatura ao cinema

Cláudia, a personagem emblemática de uma menina com uma mente de mulher que se torna filha adotiva dos vampiros Lestat e Louis, é baseada em sua filha. Com a adaptação para os cinemas em 1994, Anne participou ativamente da construção do roteiro e das gravações do filme. A princípio, a escritora não aprovou a escolha de Tom Cruise para o papel de Lestat, afirmando que Cruise não tinha a profundidade do personagem e era apenas um rosto bonito. No entanto, logo após o sucesso do filme, Anne mudou de ideia e elogiou o desempenho do ator. Outra adaptação de sua obra é prometida com Crônicas vampirescas – o estúdio da Paramount Picutres deu sinal verde para uma série baseada no livro. A adaptação será comandada pela mesma produtora de sucessos como 13 Reasons Why, True Detective e Mr. Robot e já está em fase de produção.

Anne Rice é considerada uma das maiores escritoras góticas e de fantasia de todos os tempos, conquistando novos leitores a cada ano que passa. Suas histórias tem um apelo atemporal, abordando temas comuns à vida em sociedade, como a solidão, a paixão, vingança e tristeza –  e, claro, narradas debaixo de uma neblina repleta de suspense e da maior escuridão de todas.

Confira a seleção das obras mais importantes da autora!


A rainha dos condenados, de Anne Rice

Lestat, o personagem mais diabólico de Anne Rice, resolve nesta obra divulgar o proibido: a verdadeira origem dos vampiros e todo o peso da maldição que os acompanha. Em A rainha dos condenados, a escritora retoma os personagens que a tornaram famosa e faz o livro de maior suspense e densidade de suas Crônicas vampirescas. Aqui, há vampiros para todos os gostos. Jovens e delinqüentes, românticos e estudiosos como Jesse, que investiga para a organização conhecida como Talamasca, a história desses seres estranhos, imortais misturados entre mortais, para quem sangue, sexo e morte são elementos indissolúveis do dia adia. 


Entrevista com o vampiro, de Anne Rice

Neste clássico de uma das rainhas do terror, Anne Rice, a autora conta a história estranha, espantosa, erótica, perversa e irresistível de dois vampiros que parecem estar destinados a passar a eternidade juntos, mesmo que seja contra a vontade de um deles. Parte da série Crônicas vampirescas, criada por Anne Rice, Entrevista com o vampiro, escrito em 1976, apresenta a Lestat, o vampiro macabro e rei de todos os condenados, e Louis, que parece ter ainda em sua alma a bondade dos tempos de humano. Segundo críticos, se trata da maior história de vampiros de todos os tempos.

Anne Rice


A hora das bruxas – Volume 1, de Anne Rice

Aqui, Anne Rice mergulha no universo da bruxaria e mistura com equilíbrio elementos góticos e modernos, numa narrativa bastante romântica, mas de extrema crueldade. Em A hora das bruxas, a autora mais uma vez dá vida aos seus queridos demônios e fantasmas, narrando a saga de uma família que em quatro séculos vive uma vida repleta de feitiçaria e forças ocultas. Passando por Nova Orleans e São Francisco no mundo moderno, até o deslocamento entre o tempo e espaço, levando a história até o Haiti do passado ou a um castelo na França de Luis XIV.


Pandora – Novos contos vampirescos, de Anne Rice

Pandora é o primeiro livro da nova série de contos vampirescos de Anne Rice.  Na obra, o narrador é o vampiro David Talbot. A história tem o seu começo no século XXI, em um lotado café em Paris. Lá a jovem Pandora é convidada por David e escrever sua história. Ela nos leva a viajar no tempo e relata, relutante a princípio e depois com incrível paixão, a sua vida de mais de 2.000 anos.

Anne Rice


A história do ladrão de corpos, de Anne Rice

Cabelo louro caindo até os ombros, penetrantes olhos azuis, roupa extremamente elegante, um sorriso irresistível e com um metro e oitenta de altura que, a despeito dos seus duzentos anos de vida, parece o de um mortal de vinte anos. A descrição do vampiro Lestat, feita por ele mesmo, pode não combinar com o tipo físico de um Tom Cruise – Daniel Day-Lewis, Hutger Rauer, Jeromy Irons e até Sting, os artistas e atores que foram sondados para o papel de Lestat, no filme inspirado no livro Entrevista com o vampiro, de que A história do ladrão de corpos é continuação. Só que, agora, Lestat pode mudar completamente. Um desconhecido que o persegue em vários lugares do mundo – Veneza, Hong Kong, Miami, Londres, Rio de Janeiro e Paris – propondo a troca de seu corpo com o do vampiro. É a oportunidade de Lestat sentir as sensações de um mortal.  Torturado por seu amor, suas dúvidas e sua solidão secular, Lestat aceita ser humano uma última vez.

Anne Rice


De amor e maldade, de Anne Rice

Em De amor e maldade, segundo volume da série As Canções do Serafim, iniciada com Tempo dos anjos, a veterana escritora Anne Rice, retoma a saga de Toby O’Dare, o ex-assassino de aluguel que continua sua jornada em busca da redenção com a ajuda do serafim Malchiah – um anjo da mais alta hierarquia – e do seu próprio anjo da guarda, Shmarya, desta vez na Roma do século XV.  Anne Rice troca os vampiros pelos anjos e mostra que continua uma imbatível contadora de histórias nesta trama dotada de magnífica reconstituição histórica e instigantes questionamentos sobre o sobrenatural.

Anne Rice


Violino, de Anne Rice

A escritora gótica Anne Rice retorna ao romantismo selvagem de seus primeiros livros com Violino, uma obra que se move em uma Viena do século XIX para uma moderna Nova Orleans, passando também por um irresistível e sedutor Rio de Janeiro onde sonhos assumem formas diferentes, pessoas se comunicam com espíritos, e santos e deuses se fundem. A personagem feminina é Triana, uma viúva que sonha em ser uma grande artista. Sua paixão pela música a conduz a um embate com um romântico e atormentado jovem violinista, Stefan. E diferente todos os outros que ela já conheceu: ele é imortal. 

Anne rice


Qual é a sua obra favorita de Anne Rice? Conta pra gente!


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Thayane Maria

Thayane Maria

Redatora em Estante Virtual
Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.
Thayane Maria

 

Comentários

Thayane Maria

Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares