Especial Bienal: 7 livros para refletir sobre cidadania

O jornalista Marcelo Tas e o filósofo Mário Sérgio Cortella participaram de um debate sobre o lançamento do livro “Basta de cidadania obscena”, na Bienal do Rio.

Segundo Platão, a ética e a cidadania andam de mãos dadas. No entanto, as discussões sobre o limite entre uma e outra tem crescido nos últimos anos, em resultado da mudança de hábitos que a tecnologia proporcionou no dia a dia das pessoas. Na última sexta-feira, o Estante Blog acompanhou o debate com o jornalista Marcelo Tas e o escritor Mário Sérgio Portella sobre o lançamento de Basta de Cidadania obscena, um livro que traz discussões sobre o papel de cada indivíduo dentro de uma rede maior, dentro do contexto de uma sociedade conectada, e a importância do bom senso para discernir o turbilhão de informações que recebemos todos os dias.

Durante o debate, o jornalista Marcelo Tas falou sobre os inúmeros segmentos informativos e sociais que presenciamos atualmente e do quanto eles podem ser prejudiciais, no sentido de que podem nos tornar mais fechados para a diversidade. Em um âmbito maior, Mário Sérgio Cortella ressaltou a importância de todos lutarem, mesmo que individualmente, contra todo tipo de preconceito: “não se pode ter tolerância com a intolerância.” 

O ator Lucas Salles mediou o debate entre o comunicador Marcelo Tas e o filósofo Mário Sérgio Cortella, na Bienal do Livro, no Rio de Janeiro.

Neste sentido, não demorou muito para que a política e os problemas sociais do país entrassem na pauta da discussão. O filósofo Mário Sérgio Cortella falou sobre um fato que acontece frequentemente e que é um exemplo de precariedade nos serviços de cidadania no Brasil: “A forma como a guerra do tráfico do Rio de Janeiro prejudica as classes menos favorecidas é, para mim, cidadania obscena.” Além disso, Cortella acrescentou que o significado de democracia, para ele, era a completa ausência de opressão – não importa o seu segmento.

Para ampliar o debate sobre o tema, fizemos uma seleção de livros para falar sobre cidadania. Confira!


A república, de Platão

O clássico da filosofia traz as discussões e investigações desenvolvidas por Platão sobre a cidade, a polis, e as formas e estruturas de relacionamento e governo de seus cidadãos e os padrões de moral e de justiça da nossa sociedade.

A república, de Platão
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Ética e cidadania, de Herbert de Souza

Esta obra traz depoimentos de pessoas que viveram de perto o golpe militar que ocorreu no Brasil até a anistia, abordando a fome de ética existente no Brasil. Este livro é referência em estudos de história e sociologia, por ser um testemunho vivo do processo de mudança da sociedade brasileira, no qual os jovens tiveram uma participação decisiva.

Ética e cidadania
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Cidadania insurgente, de James Holston

Em plena ditadura militar, algumas associações comunitárias colocaram como objetivo a representação dos interesses dos moradores diretamente prejudicados pelo regime. No entanto, essas pessoas se viram diante de uma luta por seus direitos fundamentais e contra as armas de seus piores inimigos: a lei e a Justiça. 

Cidadania Insurgente
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Basta de cidadania obscena! , de Mario Sergio Cortella e Marcelo Tas

Nesse livro, os escritores falam sobre a cidadania de um ponto de vista pouco convencional. Eles expõem o avesso da cidadania, aquela que não é ética, decente, e sim obscena. Observamos que a cidadania se caracteriza mais como uma inclusão mal feita – os inúmeros problemas que enfrentamos diariamente no Brasil com saúde e educação são exemplos disso.

Basta de cidadania obscena!
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Cidadania no Brasil – o Longo Caminho, de José Murilo de Carvalho

Nesta obra, o leitor poderá ver um guia sobre a longa jornada que a democracia brasileira percorreu, desde os primeiros passos da independência do Brasil, ainda durante a monarquia, passando pela república, até os movimentos políticos mais recentes.

Cidadania no Brasil
Clique aqui e confira na Estante Virtual

A Solidão da cidadania, de Alberto Oliva

Este livro é o sétimo título da série Livre Pensar, do professor de Filosofia Alberto Oliva, no qual ele discute temas sobre a convivência social – o individualismo, o coletivismo, a ética em suas implicações. O autor cria um gancho entre a cidadania e o humanismo, o que traz uma pauta que até então era nova para a discussão.

A solidão da cidadania
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Direitos de cidadania – um lugar ao sol, de Paulo Martinez

Nesta obra, Martinez aborda os principais os conceitos relacionados aos direitos humanos fundamentais, do ponto de vista jurídico, político e social. Além disso, o autor traz a discussão de como esses direitos são colocados em prática no dia a dia não só do Brasil, mas de vários países ao redor do mundo.

Direitos de cidadania
Clique aqui e confira na Estante Virtual

Qual livro você acrescentaria nesta lista? Deixe sua opinião e participe da conversa!


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Thayane Maria

Thayane Maria

Redatora em Estante Virtual
Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.
Thayane Maria
Comentários

Thayane Maria

Thayane Maria, jornalista e cinéfila. Além de escrever para o Estante Blog, também mantém o seu blog no Medium: @Msmidnightlover. Vive em eterna busca pelo excêntrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares