7 novos escritores brasileiros para ler este ano

No Dia Nacional do Escritor, vamos celebrar as novas caras da litertura nacional.

As últimas pesquisas no campo literário monstraram um aumento no interesse da população brasileira com a prática da leitura – 6 pontos percentuais para falar em númros – mas ainda falta diversidade no país para quem escreve essas páginas. A idade média dos escritores beira os 50 anos, eles são em sua maioria brancos e moram nas principais capitais do sudeste.

Só que há muito mais coisas sob o sol do que nossas livrarias conseguem destacar. Há muitos autores premiados, poetas, contistas, escritores que começaram nas plataformas digitais de autopublicação, conquistaram leitores e hoje são publicadas por editoras tradicionais; escritores de thrillers policiais e histórias de fantasia. Confira nossa lista com novas carinhas que você deveria incluir na suas metas de leitura do ano!


Vanessa Barbara é jornalista e escritora, colabora com os jornais The New York Times, o Estado de S.Paulo e a Revista Piauí. Aos 35 anos, a autora publicou sete livros, sendo o primeiro deles “O verão do Chibo” (2008). Seu segundo livro “O livro amarelo do Terminal”, publicado pela ed. Cosac Naify foi vencedor do prêmio Jabuti na categoria reportagem. Nossa recomendação é o romance de 2013, “Noites de alface” – um suspense que trata das perdas da vida a solidão; as convivências diárias triviais, às quais podemos resumir e encerrar uma vida inteira.

Noites de Alface - vanessa barbara
Clique e confira na Estante Virtual

A cearense Jarid Arraes é uma contista que encontrou no cordel um lugar de fala contra o racismo e uma forma de honrar sua ancestralidade. Em seu livro de contos As Lendas de Dandara, a cearense aborda o tráfico humano e a escravidão contando a história da guerrilheira quilombola Dandara dos Palmares (esposa do Zumbi) com um toque de fantasia. Jarid escreve semanalmente para a Revista Fórum.

Jarid Arraes As Lendas de Dandara
Clique e confira na Estante Virtual

A E. L. James brasileira se chama Camila Moreira. Sucesso no segmento de literatura erótica, aos 27 anos Camila Moreira publicou seu primeiro livro – inspiração que surgiu logo após uma separação conjugal e vendeu 30 mil cópias. Nascida em Goiás, Camila é filha de pais que não concluiram o Ensino Fundamental, mas ela já lançou três romances eróticos. Leia: “O amor não tem leis”.

camila-moreira-o-amor-nao-tem-leis
Clique e confira na Estante Virtual

Aos 26 anos de idade, Raphael Montes é um sucesso no quesito literatura policial brasileira. Bastante elogiado pela crítica, o rapaz lançou, em 2016, seu terceiro livro, além de colaborar como roteirista para a televisão e escrever semanalmene para O Globo. Leia seu último livro: Jantar secreto.

raphael-montes-jantar-secreto
Clique e confira na Estante Virtual

Rodrigo é um romancista estreante com “Os Invernos da Ilha”. Ele foi editor e articulista da revista “Dicta & Contra­dicta” e exerce a profissão de advogado em São Paulo. Um fã declarado de Garcia é o também escritor Raphael Montes que mais de uma vez compartilhou o livro em sua coluna. A aventura reune um herói atormentado (e logo apaixonado), uma ilha fria e hostil escolhida como exílio (num convento misterioso), a descoberta de um diário de piratas (e, assim, a reconstrução de uma incrível história de corsários) e a busca por um tesouro escondido.

rodrigo-duarte-garcia-os-invernos-da-ilha
Clique e confira na Estante Virtual

A gaúcha Natalia Borges, aos 35 anos, já tem quatro livros publicados: “Recortes para álbum de fotografia sem gente”, “Coração à corda” e “Amora”. O último vencedor na categoria Contos e Crônicas, do prêmio Jabuti em 2016 – derrotando o veterano Luis Fernando Veríssimo, com “As mentiras que as mulheres contam”, que ficou em segundo lugar.


O escritor e crítico literário brasileiro, filho de pais argentinos, Julián Fuks, foi eleito pela revista Granta um dos vinte melhores jovens escritores brasileiros, em 2012. Com três romances publicados, seu último “A resistência” foi premiado nos prêmios Jabuti e Oceanos. Embora seja ficção, o romance tem vários elementos autobiográficos. Acompanha o esforço do filho de uma família imigrante em crise que procura ajudar o irmão adotado a descobrir a sua origem. Filhos de pais argentinos que se exilaram no Brasil após o golpe militar de 1976, os irmãos suspeitam que o mais velho seja rebento de desaparecidos políticos.

julian-fuks-a-resistencia
Clique e confira na Estante Virtual

E você qual autor acrescentaria a lista? Participe!

Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Jornalista Multimídia em Estante Virtual
Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, mantém o blog de viagens Nat no Mundo (http://natnomundo.com/) e, hoje, escreve sobre literatura para o Estante Blog.
Natália Figueiredo


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Comentários

Natália Figueiredo

Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, mantém o blog de viagens Nat no Mundo (http://natnomundo.com/) e, hoje, escreve sobre literatura para o Estante Blog.

2 comentários em “7 novos escritores brasileiros para ler este ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares