Conheça 10 obras de Philip Pullman

O trabalho mais famoso de Pullman é a série Fronteiras do Universo

O escritor inglês Philip Pullman consagrou-se no cenário literário mundial com o lançamento da premiada trilogia Fronteiras do Universo.

Pullman nasceu em 19 de outubro de 1946 em Norwich, no leste da Inglaterra, filho de Evelyn Merrifield, uma dona-de-casa, e de Alfred Pullman, piloto da Real Força Aérea Britânica e veterano da Segunda Guerra Mundial. Durante a infância, ele viajou pelo mundo inteiro, pois o seu pai e o seu padrasto eram ambos membros da Real Força Aérea. Passou parte da juventude na Austrália, onde descobriu as histórias em quadrinhos.

Aos 11 anos, de volta à Grã-Bretanha, viveu no Norte de Gales. Era uma época em que as crianças podiam passear em qualquer lugar, jogar nas ruas, brincar sobre as colinas. Essa liberdade seria posteriormente retratada em seus livros. A sua professora de inglês, Enid Jones, exerceu uma grande influência sobre Pullman, e ele passou muito tempo enviando-lhe cópias dos seus livros em agradecimento.

Philip licenciou-se em Inglês na Universidade de Oxford em 1973. Lecionou em vários colégios antes de tornar-se professor em Westminter College. Mais tarde deixou a profissão para dedicar-se integralmente à escrita, que desde os tempos de jovem professor era a sua grande e verdadeira vocação. Escreveu mais de vinte livros, entre os quais encontram-se livros infantis, peças de teatro e livros ilustrados para leitores de todas as idades. É um dos mais consagrados escritores de fantasia da atualidade.

Em 2005, o autor recebeu o prêmio Astrid Lindgren Memorial Award de literatura infantil. Já em 2008, o The Times elegeu-o um dos “50 maiores escritores britânicos desde 1945”. Conheça algumas de suas obras!


A bússola de ouro, de Philip Pullman

O primeiro volume da trilogia Fronteiras do Universo se passa em um mundo muito parecido com o nosso. Acompanhando a jovem Lyra, que se lança numa busca desesperada e enfrenta terríveis obstáculos quando seu amigo Roger desaparece, o escritor nos apresenta um universo de fantasias onde os dimons – manifestações com forma de animal – correm pelas ruas de Oxford e Londres e um redemoinho de poeira misteriosa está por toda parte, tornando possível às crianças conhecerem segredos que os adultos dariam tudo para desvendar.

a-bussola-de-ouro
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

A faca sutil, de Philip Pullman

Will tem apenas 12 anos e tudo começa quando, depois de matar um homem, ele parte para descobrir a verdade sobre o desaparecimento de seu pai. Num passe de mágica, atravessa o ar e penetra num mundo onde conhece uma estranha garota, Lyra, que, como ele, também tem uma missão a cumprir. Em Cittàgazze, onde os dois se encontram, as ruas são habitadas por espectros letais, devoradores de almas e outras criaturas aterradoras que disputam com todas as forças um poderoso talismã, capaz de cortar o nada e abrir brechas para outros universos – a faca sutil. Este é o segundo volume da trilogia Fronteiras do Universo.

a-faca-sutil
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

A luneta âmbar, Philip Pullman

Will é o portador da faca sutil. Ele prometera ao pai, no leito de morte, que iria entregar a lâmina terrível ao Lorde Asriel. Está se aproximando uma guerra, a maior guerra de todos os tempos, e a lâmina é a única arma que pode render o inimigo. Um forasteiro num mundo estranho, Will começa sua jornada perigosa. Mas como pode cumprir a promessa quando Lyra, sua corajosa companheira, está desaparecida?

a-luneta-ambar
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Sally e o tigre no poço, Philip Pullman

Um malfeitor desconhecido elaborou planos detalhados para roubar a vida de Sally – tomando sua casa, seu negócio, sua filha, Harriet, e até sua sanidade. Em outra parte de Londres, imigrantes judeus que fugiram dos pogroms – ataques violento maciço a pessoas – na Rússia são sistematicamente extorquidos.

sally-e-o-tigre-no-poco
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

A Oxford de Lyra, Philip Pullman

Esta obra começa dois anos depois da conclusão de A luneta âmbar, no conforto e na familiaridade da Faculdade Jordan. Lyra e seu dimon, Pantalaimon, estão sentados no teto ensolarado da faculdade, acima de toda Oxford. Mas essa paz termina quando um pássaro estranho, o dimon de uma feiticeira – desacompanhado – cai do céu. Ele está à procura de um elixir para curar sua feiticeira de uma inusitada doença. Lyra e Pan resolvem ajudar – as feiticeiras sempre foram suas amigas -, mas, à medida que se aproximam da casa de um alquimista de reputação duvidosa, mais forte fica a sensação de Lyra de que algo está errado.

a_oxford_de_lyra
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

O espantalho e seu criado, Philip Pullman

O Espantalho é um camarada gentil, com um espírito generoso, paixão pela aventura e um cérebro de ervilha, que após ter sido atingido por um raio na cabeça ganha vida. Acompanhado por Jack, um menino órfão que se transforma em seu dedicado criado, o Espantalho abandona suas tarefas de espantador de pássaros e parte em busca de uma vida de glória e emoções.

o-espantalho-e-seu-criado
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Sally e a maldição do rubi, Philip Pullman

Sally e a maldição do rubi é o primeiro volume da série Um Mistério de Sally Lockhart. No livro, a protagonista tem 16 anos, é órfã e acabou de matar um homem. Não com uma arma, apesar de estar com uma pistola e possuir a coragem de usá-la. Sally matou Sr. Higgs com apenas três palavras – “as Sete Bênçãos”. Ainda não sabe o significado delas, nem por que o colega de seu pai, desaparecido em alto mar, morreu de medo quando as ouviu. Ela sabe apenas que fará qualquer coisa para descobrir.

sally-e-a-maldicao-do-rubi
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

A caverna dos magos, Philip Pullman e outros

Nesta coletânea de histórias, o leitor descobrirá o poder das forças negras, aprenderá rituais secretos e descobrirá as dificuldades para se cuidar de um dragão. As histórias baseiam-se na milenar tradição da magia e do mistério e foram escritas por grandes autores contemporâneos, como Philip Pullman, Jacqueline Wilson, Russell Hoban, Alan Garner, Roald Dahl, Manly Wade Wellman, Gillian Cross, Humphrey Carpenter, Joan Aiken, William Harvey, John Wyndham, Ray Bradbury, William F. Nolan, Diana Wynne, além de também apresentar uma história extraordinária de E. Nesbit, a escritora que inspirou J.K. Rowling, de Harry Potter.

a-caverna-dos-magos
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Sally e a sombra do norte
Segundo volume da série de mistérios Sally Lockhart, esta é uma história complexa com constantes reviravoltas, surpresas e um suspense de tirar o fôlego. Seis anos após resolver os mistérios acerca da morte de seu pai, agora, aos 22 anos, Sally tem seu próprio escritório de consultoria. Ela e seus velhos amigos, o detetive particular Frederick Garland e seu assistente Jim Taylor, dão início a investigações que levam a um confronto mortal com o perverso Axel Bellmann, o homem mais rico da Europa. Ele é o criador de uma arma tão poderosa que pode mudar o curso dos impérios. Sally enfrentará um poder que contém os mistérios da vida e da morte. Uma sessão espiritualista levanta o rastro de um assassinato.

sally-e-a-sombra-do-norte
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Sally e a princesa de lata, de Philip Pullman

Um dos maiores personagens da série Sally Lockhart está de volta. Adelaide, a pobre menina sequestrada nos becos de Londres, é encontrada por seu ex-companheiro de aventuras, Jim Taylor. Jim procurou Adelaide durante dez anos – desde que a salvou de uma senhora muito cruel -, mas a perdeu logo depois, nos becos escuros da Londres vitoriana. Nunca esperava encontrar Adelaide como a princesa do longínquo reino de Razkavia. O quarto e último volume da série Sally Lockhart é também o mais emocionante.

sally-e-a-princesa-de-lata
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Gostou? Veja a obra completa do escritor no acervo da Estante Virtual!

Comentários

Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Jornalista Multimídia em Estante Virtual
Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, mantém o blog de viagens Nat no Mundo (http://natnomundo.com/) e, hoje, escreve sobre literatura para o Estante Blog.
Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, mantém o blog de viagens Nat no Mundo (http://natnomundo.com/) e, hoje, escreve sobre literatura para o Estante Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares