Aniversário Estante Virtual: Descubra o que nosso time anda lendo

Os 11 anos da Estante Virtual

Novembro é o mês de aniversário da Estante Virtual, empresa que há 11 anos conecta leitores e livreiros para levar a literatura a todos os lugares do Brasil. Para comemorar essa data, decidimos convidar nossa equipe para dividir com todos quais livros são essenciais para atualizar sua leitura esse ano. São obras que marcaram desde a infância à vida adulta e abriram novas fronteiras do conhecimento. Confira!

A campanha completa você confere clicando aqui!


André Sequeira indica Serviço secreto, de Lee Child

“Todas as obras do autor tem Jack Reacher como protagonista, um ex-policial do exército que, após se desligar das forças armadas, vaga pelos Estados Unidos sem destino. As tramas são escritas como um roteiro perfeito para as telas do cinema, em que o leitor consegue imaginar perfeitamente cada cena descrita. As obras de Child unem sempre dois ingredientes que gosto bastante: mistério e ação, com maior destaque para o segundo. Quem gosta do gênero deve ler todos urgentemente. Eu, aos poucos, vou completando a lista.”

andre-sequeira


Ana Carolina Ferreira indica Uma vida com propósitos, de Rick Warren

“Um livro que, ao longo de 40 dias, vai mostrar que não estamos aqui por acaso ou mero destino. Deus tem um plano e através dessa leitura vemos cada detalhe do plano Dele para nós.”

ana-ferreira


Harley Júnior indica Plano de marketing, de John Westwood

“Recomendo, com certeza, para aquele apaixonado por Marketing, que esteja buscando desafios estratégicos neste mundo tão competitivo.”

harley-junior


Simone Villa Boas indica O holocausto brasileiro, de Daniela Arbex

“Trabalho investigativo instigante e doloroso. A jornalista deu um nome e um rosto para vários dos milhares moradores do hospício de Barbacena. Reflexão necessária sobre a reforma psiquiátrica e sobre a sociedade brasileira.”

simone


Lara Campelo indica O jardim secreto, de Frances Hodgson Burnett

O jardim secreto ficou famoso quando o filme baseado na obra foi lançado em 1993. Fez parte da minha infância e acredito que da infância de muitos outros. Sempre gostei de ler livros que inspiraram filmes para fazer a comparação entre as duas mídias. Em quase 100% dos casos, gosto mais do livro, pois o enredo costuma ser mais denso. O jardim secreto não foi diferente. A construção dos personagens é mais sensível e a capacidade da autora, Frances Hodgson Burnett, de descrever cenários é muito envolvente.”

lara


Rafael Manoel indica O iluminado, de Stephen King

“Primeiro porque adoro o Stephen King, e, depois, porque é um baita livro. Uma histórica fantástica, muito bem contada, com suspense, tensão e um ritmo excelente!”

rafael-manoel


Thiago Lopes indica Comunicação não-violenta, de Marshall B. Rosenberg

“Super recomendo. É um ótimo livro, praticamente um manual prático e didático que apresenta a metodologia criada pelo autor, voltada para aprimorar os relacionamentos interpessoais e diminuir a violência.”

thiago-lopes


Romulo Barbosa indica A marca humana, de Philip Roth

“O autor, que é um dos meus favoritos, está entre os romancistas americanos mais celebrados da atualidade.”

romulo


Felipe Oliveira indica O pensamento e a trajetória do bilionário sócio de Warren Buffett, de Charlie Munger

“Recomendo. O motivo é porque muitos líderes têm ao seu lado grandes companheiros/parceiros e assim tornam-se completos.”

felipe-oliveira


Silas Machado indica Mago – Livro 1: O aprendiz, de Raymond E. Feist

“É um livro ótimo para quem gosta do gênero de O Senhor dos Anéis. Além de você acompanhar o crescimento dos personagens durante a leitura, deixando o leitor bem interligado com eles, o melhor de tudo é que o livro apresenta uma leitura bem simples de entender. Não vai cansar sua mente ao ler, perfeito para quem está procurando um bom livro para entretenimento. No final, tenho certeza que você vai querer conhecer a sequência.”

silas-machado


Richard Svartman indica Ordem mundial, de Henry Kissinger

“Recomendo porque, além de escrito por uma das figuras mais influentes da segunda metade do século passado, este livro resume muito bem como estaria se formando um novo equilíbrio entre as nações.”

richard-svartman


Monique Gouvea indica Autoperfeição com Hatha Yoga, de Hermógenes

“O livro está me levando ao autoconhecimento do meu corpo e a aprender a a entender que ‘A felicidade não compartilhada, se não fosse um mito, seria furto ou parasitismo.'”

monique-gouvea


Ana Maia indica Aos 7 e aos 40, de João Anzanello Carrascoza

“O livro conta breves, mas intensos, episódios independentes. São duas histórias que correspondem a dois momentos distintos na vida do personagem, cujo nome nunca é revelado. Carrascoza nos presenteia com momentos de grande beleza e os encanta com sua delicadeza na escolha das palavras. O livro nos faz pensar sobre a influência das pequenas coisas em nossa vida, nos convidando a refletir sobre a força das decisões no fluxo da vida das pessoas. Enfim, recomendo para quem deseja voltar a enxergar poesia nas pequenas ações do cotidiano.”

ana-maia


Carolina Crystallino indica O poder do agora, de Eckhart Tolle

“Um livro que muda vidas.”

carolina-crystal


Érica Cardoso indica 1Q84, de Haruki Murakami

“Segundo livro que leio do autor. Super recomendo. Em 1Q84, são duas histórias passadas de forma simultâneas no Japão, duas histórias intensas, com personagens enigmáticas que o leitor busca decifrar, mesclado com fatos históricos e ficção. Ainda não consegui ver onde essas histórias todas vão se cruzar. Estou devorando para saber esse final.”

erica-cardoso


Vitor Neri indica Einsten, explique, por favor, de Jean Claude Carrière

“O autor aborda na forma de diálogo alguns dos conceitos do famoso físico. Vale a pena a leitura para quem quer conhecer um pouco mais suas idéias, mas sem precisar entrar na parte estritamente técnica da coisa.”

vitor-neri


Pedro Rosanes indica Eu, robô, de Isaac Asimov

“Recomendo. Primeiro, não tem relação nenhuma com o filme. Não é um livro de ação, é um livro muito inteligente. Asimov não só criou um mundo com robôs inteligentes, como criou problemáticas muito interessantes para os seus personagens. É um livro de contos sobre a evolução dos robôs, como cada estágio da evolução trouxe problemas diferentes e como esses problemas eram resolvidos. Vocês se pega analisando o problema junto com os personagens. Utilizando as 3 leis da robótica para solucionar o mistério.”

pedro-rosanes


Guilherme Carneiro indica O monge e o executivo, de James C. Hunter

“Um livro que serve não apenas para líderes e administradores, mas uma experiência para a vida toda.”

guilherme


Mariana Gabriela indica A revolta de Atlas, de Ayn Rand

“Um ótimo livro que desperta uma reflexão sobre assuntos bem atuais.”

mariana-gabriela


Ana Cláudia indica O mundo de Sofia, de Jostein Gaarder

“Um romance cheio de mistério e reflexão sobre uma menina que, ao completar 15 anos, começa a receber várias cartas com vários questionamentos, como quem é Sofia e de onde vem o mundo que vivemos. Uma história cativante, eu recomendo.”

ana-claudia


Marina Lima indica O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupery

“O livro vai muito além de uma obra infantil. Nos faz recordar lembranças de infância, retrata a perda da nossa inocência e que ao longo dos anos abandonamos a capacidade de imaginar as coisas como as crianças.”

marina-lima


Thayane Ribeiro indica Hollywood: A meca do cinema, de Blaise Cendrars

“Blaise Cendrars, basicamente, faz a descrição da cidade de Hollywood em 1936, durante os nove dias que passou por lá. O livro é muito interessante para todos que estudam cinema, trabalham ou apenas são amantes da sétima arte.”

thayane-ribeiro


Igor Ramos indica O médico e o monstro, de Robert Louis Stevenson

“Eu recomendaria esse livro por ser uma leitura bastante curta, mas que explora de forma muito interessante a dualidade entre bem e mal, aproximando-se muito da ideia de Ying e Yang até onde já li. A história perdeu muito da surpresa, já que a maioria das pessoas já sabe quem é o Mr. Hyde, mas isso nos permite ler sobre ele no começo da trama com outros olhos e entender melhor o que se passa a cada momento. Finalmente, não posso deixar de achar divertido avaliar os padrões de comportamento esperados na época vitoriana, quando o livro foi escrito. Resumindo: trata-se de uma história curta, mas que condensa bastante conteúdo em suas poucas páginas.”

igor-ramos


Clique na imagem e saiba tudo dos nossos 11 anos!

11anos-desktop


Comente e participe da lista você também!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares