6 livros incríveis de Nelson Rodrigues

Em 2017, Nelson Rodrigues completaria 105 anos.

Nascido no Recife, Pernambuco, Nelson Rodrigues mudou-se, em 1916, para aquela cidade que adotaria como sua: o Rio de Janeiro. Trabalhou no jornal A Manhã, foi repórter policial por anos, de onde acumulou sua experiência para escrever peças a respeito da sociedade. A mulher sem pecado, primeira peça de Rodrigues, lhe rendeu os primeiros sinais de prestígio dentro do cenário teatral. Contudo, o sucesso veio mesmo com Vestido de noiva, que trazia, em matéria de teatro, uma renovação nunca vista nos palcos brasileiros. A consagração se seguiria com vários outros sucessos, transformando-o no grande representante da literatura teatral do seu tempo, apesar de suas peças serem tidas, muitas vezes, como obscenas, imorais e vulgares, como A vida como ela é. Em 1962, começou a escrever crônicas esportivas, deixando transparecer toda a sua paixão por futebol, principalmente, pelo seu time do coração, o Fluminense. Faleceu em 1980, no Rio de Janeiro.

Em homenagem ao seu aniversário, conheça algumas das obras mais importantes do autor. Confira!


Peça teatral de teor psicológico encenada pela primeira vez em 1943. Ela apresenta três planos que se intercalam: o plano da alucinação, o plano da realidade e o plano da memória. Vestido de noiva traz a história de Alaíde, uma moça que é atropelada por um automóvel e, enquanto é operada no hospital, relembra o conflito com a irmã Lúcia, de quem tomou o namorado Pedro, e imagina seu encontro com Madame Clessi, uma cafetina assassinada pelo namorado de dezessete anos.

 

vestido de noiva


Um conjunto de crônicas escritas por Nelson Rodrigues entre os anos de 1950 a 1961. “A Vida como Ela é…” era o nome da coluna diária do escritor no jornal Última Hora. Samuel Wainer, proprietário do jornal, queria que o autor, retratasse histórias da vida real. As crônicas geralmente giravam em torno do adultério, do pecado, dos desejos e da moral, causando, obviamente, escândalo. A série fez tanto sucesso que foi adaptada para a radionovela (e gravada em disco), para fotonovela, inspirou o filme A dama do lotação e teve adaptação de sucesso na Rede Globo.

a vida como ela e


Um homem casado beija a boca de outro homem que acaba de ser atropelado. Estampado como manchete de jornal, o “beijo no asfalto” torna-se o assunto mais comentado na cidade. Sexualidade, intrigas, ética na imprensa e crise familiar são os temas principais desta peça uma das mais aclamadas de Nelson Rodrigues, escrita para Fernanda Montenegro, que estrelou a primeira montagem em 1961.

o beijo no asfalto


Primeira peça teatral escrita por Nelson Rodrigues. A história gira em torno do ciúme obsessivo de Olegário pela segunda esposa, Lídia, e como isso atrapalha a vida do casal. A situação piora ainda mais quando ele fica paralítico, pois a todo instante ele atormenta a esposa, com acusações ofensivas. Olegário então contrata pessoas para vigiar Lídia a todo instante, desde a ida à modista até à padaria perto de casa. A obsessão do marido é tanta que até o mendigo louco que mora nas ruas é visto como um amante de Lídia. Todo o desenrolar da trama acontece em um único ambiente: a sala da casa do casal.

a mulher sem pecado


Reunião de crônicas futebolísticas escritas entre 1950 e 1970 por Nelson Rodrigues. Uma prova concreta de seu amor pelo esporte.

a patria em chuteiras


A apenas um dia do casamento de Glorinha e Teófilo, o médico da noiva avisa ao pai dela que seu futuro genro foi flagrado em um incidente homossexual. Esse é o ponto de partida para Nelson Rodrigues desfilar sua genialidade irônica e o humor negro tão característicos de sua narrativa. Único romance de Nelson, foi publicado em 1966 e alcançou sucesso extraordinário em poucas semanas.

o casamento


Veja na Estante Virtual a obra completa do autor.

 

Qual sua obra preferida de Nelson Rodrigues? Compartilhe e participe da conversa.


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Comentários

Um comentário em “6 livros incríveis de Nelson Rodrigues

  • 13.10.2017 a 2:15 pm
    Permalink

    Estou fascinada p/leitura… gostaria de receber sugestões desde o genero sidney sheldon á Nelson Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares