Autores de destaque da Flip 2016

(0 Estrelas - 0 Votos)
10 escritores que estarão em Paraty

Está chegando a hora da 14ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que ocorre entre os dias 29 de junho e 03 de julho!
Depois de meses de negociação e mistério, foi divulgada a programação completa, com direito a ótimos convidados: Karl Ove Knausgard, considerado por muitos o melhor autor da atualidade, Svetlana Aleksiévitch, ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura de 2015, o famoso biógrafo de Clarice Lispector, Benjamin Moser, Caco Barcellos, a poeta Annita Costa Malufe, entre muitos outros. A autora homenageada será a incrível poeta Ana Cristina César.

Confira abaixo alguns destaques da programação.

Ana Cristina Cesar (autora homenageada)

A poeta Ana Cristina Cesar nasceu no Rio de Janeiro em 1952 e será a autora homenageada da Flip deste ano. Além da poesia, dedicou-se à crítica e à tradução literária, tendo traduzido Emily Dickinson, Sylvia Plath e Katherine Mansfield. Expoente da geração da Poesia Marginal, Ana Cristina criou uma escrita atravessada por elementos do cotidiano e aspectos de sua intimidade. Faleceu aos 31 anos no dia 29 de outubro de 1983.

ana-c-cesar
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Karl Ove Knausgard

Nasceu em Oslo, Noruega, em 1968, e é considerado por críticos de todo o mundo um dos melhores autores da atualidade. No Brasil, tem publicado os três primeiros volumes da série Minha Luta: A morte do pai, Um outro amor e A ilha da infância. Vem ao Brasil pela primeira vez. Seus livros ultrapassaram as fronteiras, e foram traduzidos para mais de 20 idiomas.

Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Svetlana Aleksiévitch

Svetlana Aleksiévitch é filha de pai bielorusso e mãe ucraniana, e nasceu em Stanislav, Ucrânia, em 1948. O recém-lançado Vozes de Tchernóbil é o primeiro livro da autora no Brasil. Ele traz um emocionante relato sobre as consequências pessoais do acidente nuclear na cidade título composto por centenas de depoimentos. Este ano, Svetlana tornou-se a primeira jornalista a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura.

Svetlana Aleksiévitch
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Benjamin Moser

Benjamin Moser, nascido em Houston, Estados Unidos, em 1976, é escritor, tradutor, editor e crítico literário. Autor da elogiada obra que universalizou Clarice Lispector, descobriu a literatura brasileira na faculdade.

Benjamin-Moser
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

João Paulo Cuenca

Carioca de 1978, é autor, entre outros, dos romances Corpo presente, O Dia Mastroianni e A última madrugada. Escreveu roteiros para teatro, TV e cinema e dirigiu o longa-metragem A morte de J.P. Cuenca, de 2015, exibido no Festival de Veneza.

joao paulo cuenca
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Tati Bernardi

A paulistana nascida em 1979 Tati Bernardi é publicitária de formação, além de roteirista e escritora. Seu livro mais recente é Depois a louca sou eu, um autoirônico prontuário de ansiedades. É colunista da Folha de S. Paulo e autora de roteiros para a Rede Globo e para o cinema, como a comédia Meu passado me condena.

tati bernardi
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Irvine Welsh

Irvine Welsh nasceu em Edimburgo em 1958. É autor do aclamado Trainspotting, que se tornou um marco da contracultura na literatura e no cinema ao retratar o submundo de sua cidade natal a partir da vida de jovens viciados às voltas com abusos de drogas, crises de abstinência e recaídas. No Brasil, ainda tem publicado Pornô, As revelações picantes dos grandes chefs, Se você gostou da escola, vai adorar trabalhar, entre outros.

Irvine Welsh
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Annita Costa Malufe

Annita Costa Malufe, nascida em São Paulo em 1975, publicou quatro coletâneas de poesia: Fundos para dias de chuva, Nesta cidade e abaixo de teus olhos, Como se caísse devagar e Quando não estou por perto. Professora no departamento de semiótica da PUC-SP, é autora de dois volumes de crítica sobre a poesia de Ana Cristina Cesar, homenageada da Flip em 2016: Territórios dispersos (Annablume, 2006) e Poéticas da imanência.

Annita Costa Malufe
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Caco Barcellos

Caco Barcellos, de Porto Alegre, 1950, está entre os maiores repórteres brasileiros de sua geração. Já popular por seu trabalho na televisão como repórter, consagrou-se ao publicar livros-reportagem que focalizam a violência policial e o narcotráfico, como Rota 66, denúncia dos crimes da tropa de elite da PM paulista, e Abusado, um retrato da ocupação do morro Santa Marta pelo Comando Vermelho, principal facção criminosa do Rio de Janeiro, e da implantação de sua cruel disciplina. Em 2006, criou na TV Globo o programa Profissão Repórter, laboratório experimental de telejornalismo.

caco-barcellos
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Misha Glenny

Britânico de 1958, Misha Glenny foi correspondente do jornal The Guardian e da BBC. McMáfia – Crime sem fronteiras foi sua consagração como repórter investigativo. Mais tarde, com Mercado sombrio, consolidou sua posição como um dos grandes do Jornalismo.

Misha Glenny
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Arthur Japin

Arthur Japin nasceu em Haarlem, Holanda, em 1956 e é autor de diversas peças e romances. Alguns de seus romances são considerados clássicos da literatura contemporânea; entre eles, estão The Two Hearts of Kwasi Boachi, Os olhos de Lúcia, Someone Found.

arthur japin
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual

Vai comparecer à festa? Compartilhe sua resposta e participe da conversa.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares