6 autores fundamentais para a cultura de Salvador

(2.3 Estrelas - 3 Votos)
29 de março – Dia de Fundação da capital da Bahia

Salvador, esta cidade que tão bem nos representa mundo afora, foi a primeira capital do Brasil. Denominada, primeiramente, como São Salvador da Bahia de Todos os Santos, a cidade, capital da Bahia, é notável em todo o país pela sua gastronomia, música, literatura e arquitetura. A influência africana em muitos aspectos culturais a torna o centro da cultura afro-brasileira. O Centro Histórico de Salvador, localizado no bairro do Pelourinho, é conhecido pela sua arquitetura colonial portuguesa, tendo sido declarado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1985.

Para celebrar, separamos 6 importantes escritores nascidos em Salvador ou que, mesmo vindo de outras cidades, foram fundamentais para a divulgação e a promoção de tão importante lugar. Parabéns, Salvador!

Confira nossa seleção! 

Gregório de Matos

Gregório de Matos Guerra nasceu em Salvador em 23 de dezembro de 1636 e faleceu, em Recife, em 1696. Com a alcunha de “Boca do Inferno”, foi advogado e escritor do Brasil colônia. É considerado pela crítica especializada um dos maiores poetas do barroco em Portugal e no Brasil e o mais importante poeta satírico da literatura em língua portuguesa no período colonial. Entre suas obras de destaque estão Poemas satíricos, Antologia poética e Poesias selecionadas.

gregorio
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

Castro Alves

Nascido em 14 de março de 1847 no município de Curralinho – hoje chamado de Castro Alves – , Antônio Frederico de Castro Alves ficou mundialmente conhecido por suas poesias marcadas pelo combate à escravidão, motivo pelo qual é conhecido como o “Poeta dos Escravos”. Foi o nosso mais inspirado poeta condoreiro. Ressaltamos, entre sua vasta obra, O navio negreiro, Espumas flutuantes e Os escravos. Faleceu no dia 6 de julho de 1871.

castro alves
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

Ruy Barbosa

Ruy Barbosa de Oliveira nasceu em Salvador no dia 5 de novembro de 1849. Destacou-se como jurista, político, escritor e tradutor. Foi um dos organizadores da República e atuou na defesa do federalismo, do abolicionismo e na promoção dos direitos e garantias individuais. Foi Ministro da Fazenda do Brasil e membro da Academia Brasileira de Letras. Candidato à presidência da República, na chamada “campanha civilista”, contra o militar Hermes da Fonseca. Faleceu no dia 1 de março de 1923. Entre suas muitas publicações estão Figuras brasileiras, Correspondência, Visita à terra natal e O Papa e o Concílio.

ruy-barbosa
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

Jorge Amado

Jorge Amado nasceu em 10 de agosto de 1912 em Itabuna, Bahia, e morreu, em Savador, no dia 6 de agosto de 2001. O autor foi um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos, e é o mais adaptado para o cinema, para o teatro e para a televisão. Em 1994, a sua obra foi reconhecida com o Prêmio Camões. O baiano Jorge Amado, embora não nascido em Salvador, ajudou a popularizar a cultura da cidade ao redor do mundo em romances como Jubiabá, Dona Flor e seus dois maridos e Tenda dos milagres.

jorge amado
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

Zélia Gattai

Zélia Gattai Amado nasceu em São Paulo no dia 2 de julho de 1916 e faleceu, em Salvador, no dia 17 de maio de 2008. Foi uma escritora prolífica casada por 56 anos com Jorge Amado. Aos 63 anos de idade, começou a escrever suas memórias. O livro de estreia, Anarquistas, graças a Deus, ao completar vinte anos da primeira edição, já contava mais de duzentos mil exemplares vendidos no Brasil. Sua obra é composta de nove livros de memórias, três livros infantis, uma fotobiografia e um romance. Teve obras foram traduzidas para o francês, o italiano, o espanhol, o alemão e o russo. Em 2001 foi eleita para a Academia Brasileira de Letras, a mesma ocupada, anteriormente, por Jorge Amado. Merecem destaque também Crônica de uma namorada, Um chapéu para viagem,  Senhora dona do baile e Códigos de família.

zeliaGattai
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

João Ubaldo Ribeiro

João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro nasceu em 1941 em Itaparica, Bahia, e foi escritor, jornalista, cronista, roteirista e professor, formado em direito e membro da Academia Brasileira de Letras. Venceu o Prêmio Camões de 2008, maior premiação para autores de língua portuguesa. Teve diversos trabalhos adaptados para o cinema, para o teatro e para a televisão, como O sorriso do lagarto e Sargento Getúlio e A casa dos budas ditosos. Viva o povo brasileiro é considerada pela crítica sua obra-prima. Faleceu em 2014.

joao ubaldo
Clique na imagem e veja a obra do autor na Estante Virtual.

Qual seu autor soteropolitano preferido? Compartilhe sua opinião e participe da conversa.

Comentários

Um comentário em “6 autores fundamentais para a cultura de Salvador

  • 29.03.2016 a 8:30 pm
    Permalink

    esperava encontrar o nome de Pierre Verger. dedicou a maior parte de sua vida ao estudo da diáspora africana – o comércio de escravos, as religiões afro-derivadas do novo mundo, e os fluxos culturais e econômicos .observação ;ssem desmérito aos selecionados .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares