10 autores africanos que você precisa conhecer

De premiados a jovens promessas, veja escritores da África e seus principais livros

Cada vez mais, os autores africanos têm se destacado no Brasil. Muitos, inclusive, tornaram-se presença constante nas principais listas de mais vendidos do país. Esta é uma ótima notícia, pois há algumas décadas, tínhamos poucas obras deste continente publicadas aqui e, as que existiam, eram sempre dos mesmo autores.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com 10 autores que consideramos leitura fundamental para todos conhecerem ainda mais a cultura africana.

Confira!

John Maxwell Coetzee nasceu na Cidade do Cabo, África do Sul, em 9 de fevereiro de 1940. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 2003, sendo o quarto escritor africano a receber esta honraria e o segundo do seu país. O primeiro havia sido Nadine Gordimer. Entre suas principais obras estão: A vida dos animais, DesonraVida e Época de Michael K.

J.M. Coetzee


Naguib Mahfuz nasceu no Cairo, Egito, em 11 de dezembro de 1911, e faleceu na mesma cidade no dia 30 de agosto. Autor de relatos, romances e roteiros de cinema, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura de 1988. É considerado um dos primeiros escritores contemporâneos de literatura árabe a explorar o existencialismo. Muitas das suas obras foram adaptadas para filmes em árabe e em línguas estrangeiras. Seus romances mais conhecidos são Miramar e A Trilogia do Cairo, composta por: Entre dois palácios, O palácio do desejo e O jardim do passado.

Naguib Mahfuz


Nadine Gordimer nasceu em Joanesburgo, África do Sul, em 20 de novembro de 1923. É autora de mais de 30 livros, em sua maioria crônicas sobre a questão social durante o regime do Apartheid. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura de 1991 e, mais recentemente, a Legião da Honra, na França. Faleceu no dia 13 de julho de 2014. Entre seus principais trabalhos estão Um mundo de estranhos, O pessoal de July e Ninguém para me acompanhar.

nadine


Também vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Wole Soyinka nasceu na Nigéria. Fez faculdade na Universidade de Leeds, Inglaterra, onde se formou com menção honrosa em literatura inglesa. Em 1967, durante a Guerra civil em seu país, ele foi preso pelo Governo Federal. Na prisão, escreveu poemas que mais tarde viriam a ser publicados em uma coleção, sob o título Poems from Prison. Soyinka tem criticado abertamente as administrações da Nigéria e de tiranias políticas mundo afora, inclusive fazendo denúncias contra o regime de Mugabe, no Zimbabwe. Após algum tempo na África, ele passou a ocupar a cadeira Elias Ghanem Professor of Creative Writing no Departamento de inglês da Universidade de Nevada, na cidade de Las Vegas, Estados Unidos. Entre seus trabalhos está O leao e a joia.

Wole Soyinka


Nascido em Beira, Moçambique, Mia Couto, pseudônimo de António Emílio Leite Couto, é biólogo e escritor. Terra Sonâmbula, o seu primeiro romance, de 1992, ganhou o Prêmio Nacional de Ficção da Associação dos Escritores Moçambicanos, em 1995. Em 2013, foi homenageado com o Prêmio Camões. Entre seus principais trabalhos estão: Terra sonâmbulaUm rio chamado tempo, uma casa chamada terra e o mais recente Mulheres de cinza.

Crédito: Arquivo Pessoal. II Bienal Brasil do Livro e da Leitura. Escritor Mia Couto.


Considerado pela crítica especializada uma das maiores promessas da literatura africana atual, Ondjaki nasceu em Luanda, Angola, no dia 5 de julho de 1977. Suas obras foram traduzidas para mais de 10 idiomas. Venceu o Grande Prêmio de Conto Camilo Castelo Branco, em 2007, por Os da minha rua. Em 2010, ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura, categoria Juvenil, com AvóDezanove e o segredo do soviético. Em 2013, recebeu o Prêmio Literário José Saramago pelo romance Os transparentes. Atualmente mora no Rio de Janeiro.

Ondjaki


Nascida no dia 15 de setembro de 1977 na Nigéria, Chimamanda Ngozi Adichie publicou seu primeiro romance, Hibisco roxo, em 2003. O segundo, Meio sol amarelo, ganhou o importante Orange Prize em 2007. Chimamanda é voz importante na luta pelo direito das mulheres, tendo escrito, inclusive, as obras Sejamos todos feministas Americanah.

Chimamanda Ngozi Adichie


Ngũgĩ wa Thiong’o é um autor queniano que publicou obras em língua inglesa e que, hoje, tem escrito na sua língua mãe. Seus trabalhos incluem novelas, peças teatrais, contos e ensaios, da crítica social à literatura infantil. Após ser perseguido por ditadores em seu país, exilou-se nos Estados Unidos, onde ensinou Literatura na Universidade de Yale e na Universidade de Nova York. Ngũgĩ vê muitas vezes o seu nome nas listas de candidatos ao Priemio Nobel de Literatura. Em 2015, esteve na Flip, quando foi ovacionado em sua palestra. Nasceu em 5 de janeiro de 1938 e tem um livro publicado no Brasil: Um grão de trigo.

Ngugi-wa-Thiong’o


José Eduardo Agualusa nasceu em Angola no dia 13 de dezembro de 1960. Estudou agronomia e silvicultura no Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa, e, atualmente, escreve crônicas para a revista portuguesa LER e para o jornal O Globo. Em 2006, criou a editora brasileira Língua Geral, dedicada exclusivamente a autores de língua portuguesa. Seus livros encontram-se traduzidos para mais de vinte idiomas. Entre seus títulos mais famosos estão A conjura, Estação das chuvas e Barroco tropical.

agualusa


Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, conhecido por Pepetela, nasceu em 29 de outubro de 1941 em Benguela, Angola. Sua obra promove uma reflexão sobre a história contemporânea de seu país natal e sobre os problemas que a sociedade angolana enfrenta. Venceu o Prêmio Camões em 1997. Destacam-se entre seus trabalhos, A gloriosa família, O planalto e a estepe e A sul. o sombreiro.

pepetela


Qual seu autor africano preferido? Dê sua opinião e participe da conversa.


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Comentários

24 comentários em “10 autores africanos que você precisa conhecer

  • 20.08.2017 a 12:34 pm
    Permalink

    Como puderam deixar Luandino Vieira de fora?!

  • 24.03.2017 a 8:08 am
    Permalink

    Eu só conheço Mia couto e ele é o meu Autor perferido, mais todos são mais só que eu mais aconpanho o Mia couto.

  • 04.07.2016 a 3:27 pm
    Permalink

    Chimamanda!!!! A rainha da Nigéria (na minha opinião). Agora, tenho birra do Mia Couto. O único livro que li ” O último voo do flamingo” foi difícil de terminar.Tenho que dar mais um voto e buscar outros livros. A maioria das pessoas que o lê dizem que é maravilhoso.

  • 20.03.2016 a 8:00 pm
    Permalink

    O nigeriano Chinua Achebe também é ótimo! Recomendo muito Um mundo se despedaça.

  • 20.03.2016 a 7:53 pm
    Permalink

    Faltou Manoel Lopes; autor de ” OS FLAGELADOS DO VENTO LESTE”.

  • 20.03.2016 a 5:52 pm
    Permalink

    *Chimamanda … Corretor é triste!

  • 20.03.2016 a 5:51 pm
    Permalink

    Que delicia de presente. Leio e admiro muito Mia Couto, mas quero ler Chimananda.
    Fiz uma lista agora. A Literatura Africana é muito rica. Valeu, Estante Virtual.

  • 20.03.2016 a 12:13 pm
    Permalink

    Acrescento Manuel Casqueiro (Guine Bissau) e Albert Cossery (Egito)

  • 19.03.2016 a 7:26 pm
    Permalink

    Não conheço todos os escritores aqui apresentados.
    Dos que conheço, adoro Mia Couto.

  • 19.03.2016 a 12:14 pm
    Permalink

    Meu triunvirato favorito é o formado por Nadine Gordmer, Coetzee e Mia Couto. Recomendo da Nadine O Engate – meu favorito – todossss do Coetzee, especialmente o Homem Lento e Elizabeth Costello e o Mia Couto, me derretooo por ele. Já li Barroco Tropical do Agualusa. Fiquei louca para ler os outrossss

  • 19.03.2016 a 10:12 am
    Permalink

    Ja li Mia Couto, Agualusa, Chimamanda. Todos me fascinaram.
    Gostei de lista e pretendo ler todos.

  • 18.03.2016 a 11:07 pm
    Permalink

    Me apaixonei por Pepetela ao ler Mayombe que por sinal é leitura obrigatória para a próxima Fuvest. Infelizmente não temos a publicação destes ótimos escritores por aqui, salvo Mia Couto, fantastico, mas é pouco. A produção literária africana é fascinante.

  • 18.03.2016 a 4:56 pm
    Permalink

    Quanto mais leitura melhor, não é, Roberta?

  • 18.03.2016 a 4:46 pm
    Permalink

    Leio muito o Mia Couto, já li dois da Chimamanda e o Desonra do Coetzzee é excelente. Agora, já me interessei por outros dessa seleção…

  • 18.03.2016 a 4:22 pm
    Permalink

    Só li Chimamanda (não li nem Mia Couto, que vergonha), mas quero conhecer todos da lista!

  • 18.03.2016 a 3:53 pm
    Permalink

    Nossa, é muito bom conhecer autores novos. Gosto muito do Mia Couto, do Pepetela e do Ondjiaki e agora estou conhecendo a Chimamanda e adorando! Parabéns pela matéria. Abraço.

  • 18.03.2016 a 3:23 pm
    Permalink

    Mia Couto
    Seus livros, seus escritos, suas crônicas revelam seu domínio da língua e sua criatividade… Tenho-o em grande estima e gosto de ler o que escreve.

  • 18.03.2016 a 2:37 pm
    Permalink

    Conheço poucos autores africanos, sendo que, desta lista li quatro autores. Destes, o preferido é o Mia Couto, pela forma poética da sua escrita.

  • 17.03.2016 a 9:30 pm
    Permalink

    Mia Couto. Amo!!!

  • 17.03.2016 a 8:50 pm
    Permalink

    Só conheço Mia Couto, mss vou ler os outros. Já tenho J M Coetzee

  • 17.03.2016 a 12:09 pm
    Permalink

    Uma estação branca e seca (André Brink)

  • 16.03.2016 a 7:16 pm
    Permalink

    Indico Ondjaki. Leiam seu livro ” Os da minha rua”
    Maravilhoso! Pude conhecê- lo na Flica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares