Conheça personagens femininos marcantes da literatura

Os livros e suas mulheres inesquecíveis

Em determinadas histórias, as personagens nos marcam de forma eterna. Muitas vezes, incusive, a trama do livro se vai, mas aquela protagonista permanece como uma tatuagem em nossas mentes e almas. Preparamos uma seleção de protagonistas que têm tudo para conquistar você com suas histórias apaixonantes.

Confira!

Os lança-chamas, de Rachel Kushner

O ano é 1975 e Reno acaba de se mudar para Nova York disposta a transformar em arte seu fascínio por motocicletas e velocidade. Passional, vulnerável e corajosa, ela se junta a um grupo que a submete a uma espécie de educação sentimental. Reno logo começa a namorar um artista plástico chamado Sandro Valera, herdeiro distante de um império de pneus e motocicletas italianos. Quando eles visitam a família dele na Itália, Reno se vê envolvida com membros dos movimentos radicais que tomaram conta daquele país nos anos 1970, e uma traição a jogará nos submundos da clandestinidade. Eleito melhor livro do ano de 2013 pela New York Magazine e listado entre os 10 melhores livros do mesmo ano por veículos como The New York Times.

lanca

Ella enfeitiçada, de Gail Carson Levine

Pular em um pé só durante um dia e meio, quebrar um conjunto inteiro de pratos, espalhar pedaços de gelo pelo chão ou devorar um enorme bolo de aniversário de uma vez só. Essas eram apenas algumas das ordens descabidas que Ella tinha que obedecer sempre. E tudo por causa do presente de Lucinda, aquela fada tonta, a única que conseguia desaparecer na frente de todo mundo e que era famosa por seus presentes de grego. Como poderia alcançar independência e maturidade se qualquer pessoa, em qualquer lugar, poderia fazê-la cumprir tarefas tão absurdas? Decididamente a rebelde e obstinada Ella não estava nem um pouco inclinada a aceitar aquele destino. Magia, amor, amizade, traição, medo, humor e encantamento. Não falta nada a Ella enfeitiçada, o fabuloso romance de estréia de Gail Carson.

ella

 

Melancia, de Marian Keys

No dia do nascimento da sua filha, Claire recebeu o seguinte recado do marido: “Ouça, lamento muito, mas encontrei outra pessoa e vou ficar com ela. Desculpe quanto ao bebê e todo o resto, deixar você desse jeito…” Em seguida, dá meia-volta e deixa rapidamente o quarto.
Não tendo nada melhor em vista, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e um pai à beira de um ataque de nervos. Depois de muitos dias em depressão, bebedeira e choro, Claire decide avaliar os prós e contras de um casamento de três anos. É justamente nesse momento que James, seu ex-marido, reaparece, para convence-la a assumir a culpa por te-lo jogado nos braços de outra mulher. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.

Conheça as obras de Marian Keyes na Estante Virtual

 

Jogos Vorazes, de Suzanne Collins

Formada por 12 distritos, Panem é comandada com mão de ferro pela Capital, sede do governo. Uma das formas com que demonstra seu poder é com os Jogos Vorazes, competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de 12 a 18 anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte. Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, a heroína Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

Jogos Vorazes, de Suzanne Collins

 

Academia de princesas, de Shannon Hale

Em um povoado distante, a vida do interior segue tranquila, até o dia em que um anúncio chega para modificar a vida de todos: o príncipe está buscando uma moça para ser sua noiva. Todas as meninas do reino deverão ser levadas para uma academia de princesas, de modo a aprender os modos da corte. Entre elas, há uma que não deseja este futuro submisso, mas, infelizmente, o desejo real é uma ordem.

academia-de-princesas-shannon-hale_mlb-f-2875044632_072012

 

A tenda vermelha, de Anita Diamant

Na Bíblia, as mulheres ocupam um lugar à sombra, e ficamos privados delas na descrição dos acontecimentos. Anita Diamant resgata esse olhar feminino e dá vida às personagens bíblicas, recriando o ambiente em que viveram, seu cotidiano, suas provações e suas paixões.

a tenda

 

A redoma de vidro, de Sylvia Plath

Quase autobiográfica, o único romance escrito por Sylvia Plath,  apresenta a autora na forma de seu alter ego: Esther Greenwood, uma talentosa jornalista, luta contra a depressão. Uma jornada enlouquecedora. Literalmente.

a redoma

 

A hora da estrela, de Clarice Lispector

Macabéa vive sem saber para quê. Depois de perder a tia, viaja para o Rio de Janeiro, aluga um quarto, emprega-se como datilógrafa e se apaixona por Olímpio de Jesus – que logo a trai com uma colega de trabalho. Como continuar a viver após tamanha decepção?

Veja o livro

A culpa é das estrelas, de John Green

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico.

Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas. Uma história emocionante de superação.

culpa

 

Clique na imagem abaixo e conheça autoras que mudaram a literatura mundial!

Screen Shot 2016-03-08 at 4.21.56 PM

Qual a sua personagem mais marcante na literatura? Compartilhe e participe da conversa.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares