Seis (das muitas) faces de Alice

(0 Estrelas - 0 Votos)

Alice no País das Maravilhas completou 150 anos de publicação em julho.

O autor Lewis Carroll criou a personagem baseado em uma menina de jeito sapeca chamada Alice Liddel, que, curiosamente, era morena (foto). Sua obra agora faz parte da literatura mundial e o universo de suas aventuras está até hoje no imaginário da cultura pop global, marcando presença em quadrinhos, desenhos animados, filmes e até mesmo video games. Para quem ainda não leu ou para quem tem aquele espaço reservado na estante para um livro especial, separamos uma seleção de edições especiais para fazer qualquer gato sorrir.

 Alice Mangá

Alice versão mangá
Veja o livro

Alice chega a uma nova geração por meio da linguagem estética do mangá, os tradicionais quadrinhos japoneses. Além dos olhos grandes e dos cabelos volumosos e esvoaçantes, a tradicional história da menina que persegue um coelho e acaba caindo num buraco está toda lá. Uma ótima opção para quem já colecionou todos os pokemons.

Alice Comentada

Alice Comentada
Veja o livro

Esta edição comentada e ilustrada já ganhou alguns prêmios no mercado editorial e reúne os dois volumes das aventuras de Alice num acabamento lindo e cheio de informações sobre os bastidores da obra e seus contextos políticos e sociais.

Alice Teatral

Alice Teatral
Veja o livro

Traduzida pelo historiador e professor da Universidade de Harvard Nicolau Sevcenko (1952-2014) e belamente ilustrada por Luiz Zerbini, esta edição traz cenários feitos de cartas de baralho das quais saltam os personagens, por meio de recortes. As maquetes foram fotografadas com iluminação teatral.

Alice para Altinhos

Aventuras de Alice no Pais das Maravilhas
Veja o livro

A tradução de Sebastião Uchoa Leite é considerada por muitos a melhor. Ele combinou os dois livros e encontrou ótimas soluções para os desafios propostos inadvertidamente por Carroll. Ainda assim, é importante considerar que se trata de uma tradução voltada para o público adulto. Não há nada impróprio para menores, mas as referências à Inglaterra vitoriana podem confundir e aborrecer os pequenos.

Alice para Baixinhos

Alice para baixinhos
Veja o livro

A tradução de Ana Maria Machado é especificamente voltada para as crianças e aborda apenas o primeiro livro. As paródias presentes no original foram substituídas por temas atuais, trocando as paródias de poemas e de músicas do livro inglês original por paródias de poemas e de músicas atuais. Assim, ela aproximou o texto ao universo de referências do público brasileiro. Mesmo com essas adaptações, Machado consegue manter um nível satisfatório de fidelidade aos originais. Um ótimo meio termo para que criancinhas e tradicionalistas possam apreciar a obra em pé de igualdade.

Alice HQ

Alice HQ
Veja o livro

Alice do País das Maravilhas e Alice através do espelho, lançadas em 1865 e em 1871, respectivamente, ganharam, em janeiro de 2015, uma versão em quadrinhos que também traz um capítulo perdido, chamado “A vespa de peruca”. Fiel ao texto original, a filha do quadrinista Alan Moore, Leah, e seu marido John Reppion, preservaram o tom de Alice e ainda atualizaram a obra com algumas referências pop que farão o deleite dos altinhos. O Chapeleiro Louco, por exemplo, guarda uma estranha semelhança com o roqueiro Iggy Pop.

Qual das versões de Alice nos livros, quadrinhos e no cinema é a sua favorita? Deixe seu comentário e participe da conversa. 

Comentários

Rodrigo Espírito Santo

Rodrigo Espírito Santo

Colaborador em Estante Virtual
Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.
Rodrigo Espírito Santo

Rodrigo Espírito Santo

Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares