Vida de Livreiro – Noélio e o Mooth ou Butterfly

Noélio Spinola sempre foi um bom aluno, mas o primeiro lugar no vestibular de Economia da UFBA foi uma conquista especial. Como era costume, o governo baiano o premiou com mil cruzeiros em vale-livros pela conquista. “Eu enchi uma carroça de livros”, lembra Noélio. Quase 60 anos depois, os livros que lotaram aquela carroça em Salvador – BA se tornaram as primerias aquisições da livraria online Mooth or Butterfly.

“Sou mais traça do que borboleta”, filosofa Noélio, explicando o misterioso nome do sebo. Mas o professor de economia não pensa em si mesmo como um comerciante de livros. “Em síntese, sou mais do ramo leitor do que vendedor. Meu pai trabalhou a vida toda como comerciante no interior da Bahia. Tornei-me livreiro juntando livros. Acumulei um razoável acervo que, confesso, sofro ao desfazer-me. Mas não tenho mais espaço, os filhos, ah! os filhos, não querem. Cada venda é uma despedida. Lá se vai um velho amigo”, confessa.

Apesar do saudosismo, Noélio, que é um leitor ávido, vê a transição para o digital com bons olhos. “Meu esporte é ler. Antigamente, eu costumava levar 20 livros toda vez que eu saia de férias. Minha mulher reclamava que eu já pagava excesso de bagagem na ida!”, diverte-se. “Hoje, eu posso levar minha biblioteca inteira num tablet. A gente tem que se render ao tempo”, comemora.

Professor universitário com doutorado em geografia e história, a única preocupação de Noélio com o futuro dos livros é a falta de interesse do público. “Ainda ensino, orientando mestrandos e doutorandos. Um pessoal que também não gosta de ler! Que se passa? Fico indignado!”

Apaixonado pelo conterrâneo Jorge Amado, Noélio prefere livros da economia, história e antropologia. Sua recomendação aos jovens economistas é a obra Formação do Brasil Contemporâneo, de Caio Prado Júnior.

Na Estante desde 2013, Noélio acredita que fazer parte da Estante Virtual é mais uma forma de contribuir para a democratização da informação no Brasil. “A Estante Virtual é uma ideia brilhante e um serviço de utilidade para a disseminação da cultura neste país de macunaimas”, analisa o Professor Noélio.

A série “Vida de Livreiro” vai continuar a contar as histórias dos personagens da nossa rede. Quer compartilhar suas experiências com os leitores do Estante Blog? Conte a sua jornada pelo universo dos livros através do e-mail: suahistoria@estantevirtual.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares