Vida de Livreiro – Augusto e o Sebo Linha Paulista

Natural de Marília, SP, José Augusto Baraldi tem 63 anos e começou sua carreira de livreiro há seis. “Eu costumava exibir meus quadros na Avenida Paulista para as pessoas que passavam, especialmente os turistas. Eu também levava alguns livros de arte para expor e vender. Com o tempo, a procura pelos livros começou a crescer”, relembra Augusto. Aos poucos, a procura por seu acervo de livros de arte e esoterismo fez de Augusto uma referência entre os alternativos da Paulista. Começava a nascer a ideia de um sebo. “Eu precisava de um nome original, que marcasse. Eu estava ali, na Linha da Paulista, comercializando livros seminovos e usados. Daí surgiu o nome Sebo Linha”, conta. “Ainda hoje tem gente que me liga pensando que eu só trabalho com literatura infantil”, diverte-se.

Apesar das semelhanças com o personagem de Maurício de Sousa e o início baseado em arte e esoterismo, o atual acervo do Sebo Linha é bem mais eclético. “Eu comecei comprando um pouco de cada estilo, vendo o que dava certo, o que vendia. Volta e meia eu comprava títulos que eu tinha certeza que venderiam, mas encalhavam. É o que os livreiros chamam de ‘jacas’. A gente aprende com o dia a dia do mercado a entender o que o público quer. O negócio de livros seminovos muda constantemente”, pondera Augusto.

O sucesso do Sebo Linha, ironicamente, levou Augusto a fechar as portas reais para focar na clientela virtual. “São mais de 33 mil livros catalogados. O negócio se desenvolveu de tal forma que eu tive que fazer a opção de virar apenas sebo online para atender a demanda. Foi aí que a Estante Virtual entrou na minha vida”, conta.

Se o Sebo Linha é eclético, Augusto não esconde suas paixões literárias. Livros sobre filosofia, sobrenatural e esoterismo continuam sendo seus preferidos. “Um livro que eu recomendo é Os Grandes Iniciados, de Édouard Schuré. “É uma visão fascinante sobre os grandes mestres espirituais da história. O que eles tinham em comum, como suas filosofias se assemelhavam e o que podemos aprender com esses pontos em comum. Não é um livro sobre religião, mas é um livro sobre espiritualidade”, explica.

Ainda que pragmático nos negócios, Augusto encara seu ofício de livreiro também como uma missão movida por um certo idealismo. Há anos eu distribuo gratuitamente cópias da versão em  DVD de O Ponto de Mutação, de Capra. Uma obra muito inspiradora que acredito que todos deveriam conhecer. Dependendo do livro que encomendam – Os Grandes Iniciados, por exemplo – eu até mando uma cópia do DVD junto. Já comecei grandes amizades desta forma”, conta o livreiro Augusto.

 

A série “Vida de Livreiro” vai continuar a contar as histórias dos personagens da nossa rede. Quer compartilhar suas experiências com os leitores do Estante Blog? Conte a sua jornada pelo universo dos livros através do e-mail: suahistoria@estantevirtual.com.br

Comentários

Rodrigo Espírito Santo

Rodrigo Espírito Santo

Colaborador em Estante Virtual
Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.
Rodrigo Espírito Santo

Rodrigo Espírito Santo

Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.

3 comentários em “Vida de Livreiro – Augusto e o Sebo Linha Paulista

  • 14.02.2016 a 11:30 pm
    Permalink

    Boa sorte para VC sempre gostei de ler livros e um dia espero conseguir tem ser um livreiro e ter um sebo

  • 16.07.2015 a 11:49 am
    Permalink

    Desde criança sou apaixonado por leituras, o meu primeiro emprego foi como vendedor de livrros,
    na Cidade do recife.
    Ja escrevi dois livros; Tenhos varios livros, estou pensando seriamente entrar pra valer,
    estou motando um sebo.

  • 26.06.2015 a 4:12 pm
    Permalink

    Esse é um ramo de negócio que pode ser muito bom, quando se entra para valer na área. Como fica demonstrado nessa matéria “ganhar dinheiro é prefácio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares