Dupla literária: pais e filhos escritores

(0 Estrelas - 0 Votos)

Não se sabe se há uma explicação científica ou mesmo genética para o fato de que a paixão pelos livros pode passar de pai para filho. Quem não ganhou um livro ou uma coleção inteira de seu pai e descobriu nela a vontade insaciável pela leitura? Ou ainda, quem não foi enfeitiçado pelos livros ao ouvir seu pai narrar histórias quando ainda era só uma criança? Mais do que seguir os passos dos pais no quesito gosto literário, em muitos desses casos, a carga hereditária pode ser ainda maior se os pais também transmitem para seus filhos a paixão em escrever! Em homenagem ao segundo domingo do mês de agosto, data em que comemoramos o Dia dos Pais, revelamos autores cujos pais também são ou foram escritores – porque o amor pelos livros é realmente contagioso! Feliz Dia dos Pais.

A primeira dupla de escritores a figurar em nossa lista é composta pelo renomado cronista Luis Fernando Veríssimo e seu pai Érico Veríssimo. Cartunista, tradutor e roteirista, Veríssimo (filho) herdou muitos desses talentos do pai, um dos escritores brasileiros mais populares do século XX. Érico também fazia desenhos, traduziu muitas obras para o português, como a famosa Contraponto, de Aldous Huxley, e escreveu livros de grande repercussão nacional e internacional. Entre os mais conhecidas: Olhai os Lírios do Campo e a trilogia O Tempo e o Vento. Já Luis Fernando é o autor de O Analista de Bagé, Comédias da Vida Privada, entre outros.

 

A segunda dupla da lista também é nacional. O jornalista e poeta Fabrício Carpi Nejar (Carpinejar desde 1988) é filho de uma dupla de poetas: Maria Carpi e Carlos Nejar, renomado membro da Academia Brasileira de Letras. Seguindo um caminho um pouco mais irreverente que de seus pais, Fabrício Carpinejar gosta de inovar e seus poemas trazem um toque mais contemporâneo ao explorar temas do cotidiano. Outra brasileira que decidiu seguir os passos de seu pai foi Mayra Dias Gomes, filha de Dias Gomes, conhecido autor de novelas. Além de seu talento inegável nas telinhas, Dias Gomes é autor de obras de sucesso, como Odorico na Cabeça e Sucupira, Ame-a ou Deixe-a. Já Mayra possui na carreira duas obras publicadas: Fugalaça (2007) e Mil e Uma Noites de Silêncio (2009).

No cenário internacional, há também casos bem famosos de pais e filhos escritores. A começar por Alexandre Dumas e seu filho. Enquanto o pai imortalizou histórias como as de O Conde de Monte Cristo, Os Três MosqueteirosO Homem da Máscara de Ferro, Alexandre Dumas Filho fez sucesso com seu grande clássico A Dama das Camélias. Outra dupla de talentos fica por conta dos irmãos Joe Hill e Owen King, filhos do mestre do horror Stephen King. Joe já publicou alguns romances, como Fantasmas do Século XX, Owen é escritora de crônicas e já teve um romance de grande repercussão nos Estados Unidos.

Charles Dickens Jr. não seguiu propriamente os passos do pai, Charles Dickens, mas escreveu e publicou dois dicionários: Dickens´s Dictionary of London e Dickens´s Dictionary of the Thames. E é também responsável pela reimpressão de muitas obras de seu pai após sua morte. Para nossa alegria!

Gostou? Comente esse post dizendo que outras duplas de pais e filhos escritores você incluiria nessa lista.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares