No Dia da Música, conheça músicos escritores

(0 Estrelas - 0 Votos)

Elas são bem próximas se você pensar que ambas surgem da percepção de mundo de seus criadores. Música e literatura exprimem pensamentos, sentimentos e se retroalimentam. Uma música que lembra o enredo de um livro; um livro que tem trechos que poderiam virar música. Não dá para negar que os livros poderiam ter trilhas sonoras e algumas músicas renderiam enredos espetaculares no universo literário. Talvez seja por essa razão que muitos músicos já se aventuraram na arte também prazerosa de escrever livros.

Alguns deles certamente você já conhece. Renomados compositores da música popular brasileira, eles são figurinhas recorrentes na imprensa e quase tudo o que fazem, e escrevem, vira notícia. É o caso de Chico Buarque, com seu livro premiado Budapeste (2003), Caetano Veloso, com Verdade Tropical, livro que além de abordar a música popular, sobretudo o tropicalismo, também é uma espécie de autobiografia; e de Vinícius de Morais e seu misto de crônicas e poemas, Para Viver um Grande Amor.

Outros talentos da música (e da escrita) podem surpreender um pouco mais. Ele não é cantor nem compositor, mas atua no mercado musical como produtor. O jornalista e produtor musical Nelson Motta fez bonito quando dedicou-se a escrever a biografia de Tim Maia, no best-seller Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia. Através de uma pesquisa criteriosa e da própria convivência com Tim Maia, Nelson Motta narra a história do cantor desde sua infância e juventude no Rio de Janeiro até seu sucesso como precursor do estilo soul na MPB.

Antonio Carlos Liberalli Bellotto, mais conhecido como Tony Bellotto, é outro que divide seu tempo entre as funções de guitarrista/compositor, da banda de rock Titãs, e escritor especializado no gênero policial. Dentre seus maiores sucessos estão os livros protagonizados pelo investigador Bellini. Um deles, Bellini e a Esfinge chegou até mesmo a se tornar um filme, de título homônimo, premiado em 2001. O rapper Gabriel, o Pensador também já se dedicou à literatura. E sabe em qual gênero? Infanto-juvenil. Isso mesmo! Um Garoto Chamado Rorbeto foi o livro vencedor do Prêmio Jabuti de melhor livro infantil em 2006. O músico e escritor também lançou sua autobiografia em 2001: Diário Noturno.

No cenário internacional, outro músico a escrever sua própria biografia foi o falecido baixista do Ramones, Dee Dee Ramone. Em Coração Envenenado – Minha Vida com os Ramones, ele conta tudo sobre sua adolescência, o envolvimento com mulheres, brigas e drogas. E o ex-Beatle Paul McCartney também se arriscou no universo literário em 2005, ao escrever a obra infantil Lá no Alto das Nuvens.

Agora um nome que talvez o surpreenderá ainda mais. Conhecido por sua atuação como o Dr. Gregory House, na série de televisão House, o ator Hugh Laurie é também músico e escritor. Duvida? Então assista ao vídeo You don´t know my mind e leia o livro de sua autoria: O Vendedor de Armas.

No dia 21 de junho, Dia da Música, confira estes e outros livros escritos por nomes da música.

Se você conhece outros músicos que também escreveram seus livros, compartilhe conosco, comentando este post.

Comentários

2 comentários em “No Dia da Música, conheça músicos escritores

  • 25.06.2012 a 5:49 pm
    Permalink

    Oi!
    Grande músico e escritor, também do Rio Grande do Sul: Humberto Gessinger.

  • 21.06.2012 a 2:32 pm
    Permalink

    Olá. Também temos os nossos queridos cantores e compositores gaúchos, os irmãos Kledir, Kleiton e Vitor Ramil, autores dos livros Pai Invisível e Tipo Assim (Kledir), Satolep e Pequod (Vitor), Sonhos e Sonhadores (Kleiton).Temos também o Thedy Corrêa, da banda Nenhum de Nós, com o livro Bruto.

    Abs

    Claudete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares