Aproveitando que no mês de outubro comemoramos o Dia das Crianças, decidimos realizar uma pesquisa descontraída sobre os títulos de livros que encontramos nos mais de 8 milhões de livros cadastrados na Estante Virtual. Mas não foi qualquer pesquisa, demos ênfase aos títulos mais inusitados, muitos deles indicados por leitores na lista de sugestões de leitura para as férias. Veja só o que encontramos!

Como falar dos livros que não lemos - Pierre BayardQuem nunca conheceu alguém que comenta todos os clássicos da literatura, que parece já ter lido todos os livros do universo, e está por dentro de todos os lançamentos? Preste bem atenção, essa pessoa pode ter lido Como falar dos livros que não lemos, de Pierre Bayard.

Ainda na série dos manuais de instrução, temos mais quatro livros com títulos um tanto curiosos. Existem mais de 6 mil idiomas falados no mundo. Porém, nenhum deles se refere à língua dos dragões. Isso não foi problema para Cressida Cowell, que lançou o livro infanto-juvenil Como falar dragonês — da série Como treinar seu dragão. Alguns títulos de livros podem ser um tanto ambíguos. Instruções para salvar o mundo, de Rosa Montero, é um deles. Apesar de “sustentabilidade” ser uma palavra que está em voga e o título levar a crer que saberemos mais sobre o meio-ambiente, o livro se trata de um romance que em nada tem a ver com ser sustentável.

Outro título de livro de instruções que talvez não possa ajudar muito a nossa sociedade é Como se livrar de um vampiro apaixonado, de Beth-Fantaskey. Os motivos, nesse caso, são quase óbvios. Existe um best-seller de autoajuda que também tem um título que dá medo: Como fazer amigos e influenciar pessoas, de Dale Carnegie. Você já pensou se algum amigo seu leu esse livro antes de tornar-se seu amigo, ou se você está sendo influenciado por leitores desse título?

Compre o livro A Sociedade Literária e a torta de casca de batataNa sessão dos que podem dar nojo, mas mesmo assim foram publicados, encontramos três livros inusitados: Até as princesas soltam pum, de Ilan Brenman (autor de outro livro intitulado Pai, todos os animais soltam pum?). O terceiro livro é da área de medicina e saúde, mas poderia ter sido um pouco mais sutil no título: O que o seu cocô está dizendo a você, escrito por Josh Richman.

Existe um título que até começou bem, mas no final deixou muita gente sem entender nada (no bom estilo “leia o livro e entenda”): A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows. Outro título que não diz muito para que veio, mas que é engraçado somente de ser pronunciado é Saracoteios, tateios e outros meneios, de Camilo José Cela.

Para finalizar nossa lista de títulos inusitados de livros que encontramos na Estante Virtual, escolhemos dois que estão mais ligados ao nosso dia-a-dia. O homem que odiava a segunda-feira, de Ignácio de Loyola Brandão — título que poderia ser substituído por “O homem comum” — e Ninguém tropeça em montanha, de Tadashi Kadomoto a não ser que venhamos a viver em uma terra de titãs, essa é uma verdade universal.

Update: Fizemos um especial com 21 livros que você leria só pelo título. Confira aqui mais títulos inusitados e criativos de livros.

Você conhece outros livros com títulos engraçados ou inusitados? Comente este post e compartilhe com os leitores da Estante Virtual.