Vendas crescentes com a parceria da Estante Virtual

Durante 20 anos o livreiro Joanisbel Amorim participou da tradicional Feira de Antiguidades que acontece todo sábado na Praça XV, no Rio de Janeiro. Ele se orgulha ao dizer que foi dele a primeira banca exclusivamente de comércio de livros do local. Comprando e trocando acumulou uma biblioteca de mais de 20 mil obras e fundou o sebo Progresso. Em 2009, ampliou seu acervo e abriu o sebo Progresso Senado.

O sebo Progresso não possui loja física. Joanisbel foi juntando seus livros em casa mesmo. Com os contatos que fazia na Praça, entre livreiros e amigos, e anunciando em jornais, acumulou um acervo variado, mas os exemplares sobre Direito são um diferencial do seu negócio. “Acabo comprando de muitos advogados aposentados, ou mesmo de herdeiros”, explica ele. Assim, de livro em livro, ele montou um acervo de 20 mil exemplares, que hoje guarda em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

Em 2009, Joanisbel conseguiu comprar um novo acervo com 200 mil livros de um tradicional alfarrabista carioca.  Com estes livros em mãos, criou o sebo Progresso Senado, que fica na Rua do Senado, no Centro do Rio de Janeiro, mas que funciona apenas com atendimento agendado pelo telefone (21) 2553-0882. O sebo Progresso Senado funciona com um cadastro todo automatizado, a partir de uma matriz alfanumérica que indica a localização dos exemplares, já que cerca de 130 mil estão dispostos na loja, mas o restante ainda está encaixotado. Hoje, o Progresso Senado tem pouco mais de 20 mil livros cadastrados na Estante Virtual. “Catalogar todos os exemplares é trabalho para três ou quatro anos”, acredita Joanisbel.

Tamanho acervo demanda uma ferramenta à altura para comercializar os exemplares. E, nesse ponto, a Estante Virtual chegou para alavancar o negócio. A parceria trouxe um acréscimo de 30% nas vendas do sebo Progresso Senado e um salto de 200% para o sebo Progresso. Com a Estante Virtual, Joanisbel ganhou o mundo, vendendo seus exemplares também para Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Portugal, Itália, França e Suíça.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares