“Sebinho nas canelas” promove divertida troca de livros no Jardim Botânico

(0 Estrelas - 0 Votos)
A cada dois meses, a praça Pio XI, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, é tomada por livros e crianças, que se reúnem para um troca-troca literário que vem ganhando força e fama na cidade, o “Sebinho nas canelas”. O projeto foi gestado – e vem sendo muito bem alimentado – pelas jornalistas Chris Martins, Angela Tostes e Denise Moraes, como uma forma de aproximar as crianças dos livros novos e antigos, uma “maneira divertida de se reciclar livros, estimular a paixão pela leitura (não o hábito) e, propiciar um programa divertido”, garantem as organizadoras.

As amigas já haviam trabalhado em publicações direcionadas ao público infantil e/ou eventos ligados à literatura e à animação, quando decidiram criar um site sobre o mundo dos pequenos: “Amigas da pracinha” (www.amigasdapracinha.com.br) . Mas, para além da amizade e afinidade profissional, um outro fator em comum impulsionou o lançamento da  página na internet. Um, não, três: Carolina, Joana e João, os respectivos filhos de Chris, Angela e Denise, e o compartilhamento da experiência de quem tinha acabado de dar à luz ao primeiro rebento.

Da troca de informações nasceu o site; do site, brotou o “Sebinho nas Canelas”. A página é um bem-humorado local onde se discutem assuntos relacionados ao universo infantil. Livros, inclusive, claro. “Daí veio a ideia de se reunir para trocar livros que os filhos não mais curtiam. O que para um não interessava mais, para outro tinha um sabor de novidade” – o que é natural até mesmo pela mudança de faixa etária – elas explicam. A página, assim, passou a ser o ponto de partida virtual para o ponto de encontro offline na praça Pio XI, onde acontece o “Sebinho”, a cada dois meses, sempre aos sábados, pela manhã. O primeiro de 2010 será no dia 27 de março.

O projeto, que acontece há cinco anos, funciona da seguinte maneira: a criança leva um livro que tem que estar em bom estado, com todas as páginas e sem rasura e o troca por uma ficha, que dá direito à troca por outro exemplar. Simples assim. “Nós conciliamos uma programação saudável para crianças onde não há circulação de dinheiro. E ainda promovemos o gosto pelo meio ambiente e pela cidadania, cuidando da praça”, orgulha-se Chris Martins. “O projeto tem também como objetivo oferecer a troca de informações entre crianças de idades variadas; incutir a noção de que tudo tem valor, não só o novo, e que as coisas não são descartáveis e buscar a renovação e aquisição de coisas de interesse pela própria criança”. Ao final da brincadeira, se por ventura, sobram alguns livros, os exemplares são doados para bibliotecas comunitárias ou instituições de incentivo à leitura.

Essa reciclagem literária, aliás, já vem sendo estimulada pela Estante virtual, com o Programa Nacional de Troca de Livros, ao qual já aderiram cerca de 149 sebos em 60 cidades do país. Um livro em bom estado dá direito a um vale compras no valor de 25% do preço de mercado de uma edição nova. Isso, caso o leitor tenha interesse em adquirir um exemplar no próprio sebo; se a compra for pelo site, ele ganha um vale-compras virtual no valor de 20%, com a vantagem de poder acessar o acervo de mais de 400 sebos espalhados por todo o Brasil. “Conheço de longo tempo o trabalho desenvolvido pela Estante Virtual e gosto muito dessa iniciativa de promover troca de livros. Acho importante cada vez mais promovermos essa reciclagem cultural, para que bons livros, continuem em circulação”, diz Christina.

Outras informações em:
www.amigasdapracinha.com.br
www.estantevirtual.com.br/programadetrocas

Comentários

Um comentário em ““Sebinho nas canelas” promove divertida troca de livros no Jardim Botânico

  • 21.01.2010 a 8:22 pm
    Permalink

    Parabéns, gente!! Maravilhosa iniciativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares