Leitura sem fronteiras

(0 Estrelas - 0 Votos)
Ananias Ribeiro, 46 anos, economista, é morador de Viçosa, Minas Gerais. Walter Matias, de 52, contador, mora em Iguaba, Rio de Janeiro. Os dois não se conhecem, mas têm muita coisa em comum: ambos são responsáveis por manter o único sebo disponível em suas respectivas cidades. E também possuem um grande desafio em mãos, o de mantê-los em municípios com número pequeno de habitantes e demanda sazonal por livros usados.

O “Ribeiro e Pazzi Livraria e Papelaria”, de Ananias Ribeiro, nasceu em 2006 anos em Viçosa, cidade universitária do interior de Minas Gerais. Ele aponta como uma das suas maiores dificuldades para manter o negócio a falta de tradição de sebos na cidade. “Aqui o sebo é lugar de livro barato, não de raridade. As pessoas não têm a cultura de entrar no sebo para procurar livros raros, eles procuram exclusivamente livros mais baratos”, afirma. Ele diz ainda que o período com o maior volume de vendas acontece no início do ano letivo.

Já para Walter Matias que mantém o “Sebo de Iguaba”, único da Região dos Lagos, a maior dificuldade é o fato de ser uma cidade turística. Antes de montar o sebo, Walter, que morava em Santa Catarina e já trabalhava com livros usados, ia para sua casa em Iguaba em 1982 e levava livros para vender por lá. Foi assim que percebeu a demanda local por livros e resolveu abrir um sebo, também para ajudar as pessoas que não têm acesso a livros novos.

Para divulgar os negócios e ultrapassar as dificuldades, os dois apostaram no cadastro na Estante Virtual. Aumentar a visibilidade dos sebos e mostrar a todo o país os livros disponíveis em seus acervos é a ideia chave. “As raridades só se tornam raridades quando alguém sabe que este livro está disponível. Hoje, qualquer um entra no Google, digita o nome do livro cadastrado e aparece a disponibilidade na Estante Virtual. A Estante é uma vitrine para quem está procurando livros”, completa Ananias. Walter também comemora o cadastro na Estante Virtual: “as pessoas não vão precisar ir a outros lugares para comprar livros e nem trazer livros de fora para ler aqui, basta encomendar”, diz.

Boas vindas à dupla!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares