30 “mandamentos” para ser leitor, escritor e crítico

O escritor Alberto Mussa elaborou os trinta mandamentos para ser leitor, escritor e crítico, que foram publicados na revista Entre Livros. Leia abaixo a versão resumida de dez deles. Para ler a íntegra (vale a pena!), clique aqui.

I – Nunca leia por hábito: um livro não é uma escova de dentes. Leia por vício, leia por dependência química.
II – Comece a ler desde cedo, se puder. E pelos clássicos, pelos consensuais.
III – Nunca leia sem dicionário.
IV – Perca menos tempo diante do computador, da televisão, dos jornais e crie um sistema de leitura, estabeleça metas. Se puder ler um livro por mês, dos 16 aos 75 anos, terá lido 720 livros.
V – Faça do livro um objeto pessoal, um objeto íntimo.
VI – Não se deixe dominar pelo complexo de vira-lata. Leia muito, leia sempre a literatura brasileira.
VII – Prefira a literatura brasileira, mas faça viagens regulares. Das letras européias e da América do Norte vem a maioria dos nossos grandes mestres. A literatura hispano-americana é simplesmente indispensável.
VIII – Tente evitar a repetição dos mesmos gêneros, dos mesmos temas, dos mesmos estilos, dos mesmos autores.
IX – A vida tem outras coisas muito boas. Por isso, não tenha pena de abandonar pelo meio os livros desinteressantes.
X – Forme seu próprio cânone. Se não gostar de um clássico, não se sinta menos inteligente.

Comentários

3 comentários em “30 “mandamentos” para ser leitor, escritor e crítico

  • 06.12.2007 a 9:09 am
    Permalink

    Excelente os 30 mandamentos. Que bom que já pratico alguns deles
    e outros vou tentar desenvolver. Gostaria de poder ler pelo menoa
    um livro por mês. Parabéns para vocês. estou feliz de ter tomado
    conhecimento da existência da Estante Virtual. Um abraço.

  • 11.12.2007 a 2:45 pm
    Permalink

    Gostaria de acrescentar mais um ítem, ou seja:

    “O Eleitor quando em estado de graça (lendo)será seu próprio crítico”, pois tenho lido livros donde nunca se ouvir comentários, nem a favor e nem contra, e no entanto me surpreendeu! Escolha um livro também por instinto! Quem sabe será também surpeendido…
    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares