Charge: como será que funciona a busca na biblioteca da universidade?

Cartoon
Legenda: “Maybe it sends a little old man shuffling off wearily up the stairs and along the corridors to see if the book is still on the shelf”. (tradução: Talvez eles mandem um velhinho cansado sair à procura pelas escadas e corredores pra ver se o livro ainda está na estante”).

Comentários

Um comentário em “Charge: como será que funciona a busca na biblioteca da universidade?

  • 26.10.2007 a 4:39 pm
    Permalink

    Estou no 4° ano do curso “Ciência da Informação e Documentação” da USP de Ribeirão Preto. O
    curso pode ser descrito como um curso de Biblioteconomia repaginado. Ele visa preencher algumas l
    lacunas que tradicionalmente a Biblioteconomia não engloba (sistemas informatizados e outros).
    É agora a parte interessante: gerencio um sebo (não cabe aqui dizer o nome.
    Sabe, é bem conflitante: de noite, na faculdade ouço como deve funcionar um sistemas de
    busca de uma instituição/empresa (vide biblioteca oucentro de informação) e tento aplicar
    isto no meu cotidiano. Mas como utilizar os sistemas de buscade uma biblioteca – CDD, CDU em
    um lugar onde o fluxo de entrada e saida ultrapassa a capacidade
    humana de catalogar e cadastrar? Os aspectos procurados por usuarios de sebos são mais profundos do
    que de uma biblioteca( eles querem saber o estado da obra e outras peculiaridades.
    Em uma biblioteca, são utilizados manuais (a tal CDD e CDU)que enquadram dentro de um determinado
    assunto o livro, facilitando assim o compartilhamento das informações entre as instituições.
    Minha tese analisa e comparação as diferenças de como funciona uma biblioteca e um sebo.
    Hoje você chega em uma biblioteca (pelo menos nas daqui de Ribeirão Preto) e sinto que há pessoal
    gabaritado para orientar e (melhor) ensinar o usuário como localizar-se dentro da biblioteca.
    Aquela imagem de uma “Vovó”, solteira, como bibliotecária esta se tornando cada dia mais um esteriotipo
    que não se enquadra na realidade. Nossos metodos de busca, vide Estante Virtual, facilitam a vida dos
    “ratos de sebos” em suas procuras. Acredito que com o advento de novas tecnologias, a busca em um sebo
    pode não somente equiparar-se a de uma biblioteca como ultrapassá-la, visto a diversidade dos mesmos.
    Vou ficando por aqui (isto já está virando um livro….rs).
    Abraços aos amigos livreiros e usuários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares